Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2015

Cultura do estupro no Brasil

Imagem
Em 2013 o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), dentro de um questionário sobre vitimização no âmbito do Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS), fez também algumas perguntas sobre violência sexual. A partir das respostas, estimou-se que a cada ano no Brasil 0,26% da população sofre violência sexual, o que indica que haja anualmente 527 mil tentativas ou casos de estupros consumados no país, dos quais 10% são reportados à polícia. Isso confere com os registros, que afirmam haver cerca de 50 mil casos de estupro por ano no Brasil. Agora veja isto: No ano passado, poucos dias depois da divulgação de atos de assédio sexual no metrô de São Paulo e da revelação da existência de uma página intitulada "Encoxadores", no Facebook, o Ipea divulgou dados de uma pesquisa sobre o estupro, segundo a qual 65% dos entrevistados (homens e mulheres) concordaram que mulher que exibe seu corpo, usando roupas curtas e/ou decotadas, "merece ser atacada". A partir do…

A crise humanitária de proporções planetárias

Imagem
O desespero leva as pessoas a toparem qualquer coisa. Quando a única perspectiva é um último fiapo de vida livre, lançam-se no abismo de uma possibilidade remota. Qualquer possibilidade. Sem pátria, sem lar, sem comida, sem roupa, sem eira nem beira... e você se joga nos primeiros braços que encontra abertos. E muitas vezes esses mesmos braços são mais traiçoeiros do que armadilha de caça na floresta. Quando se fecham, aprisionam, exploram, ferem mais ainda. A fome e o frio, a noite ao relento, ferem. Mas uma promessa que vira pesadelo, desmonta a própria alma. Torna-se ferida que jamais cicatriza. A promessa falsa que estimula esperança autêntica é pior que ter a escravidão como destino. Esta é a terrível sinuca de bico em que se metem diariamente milhares de refugiados em todo mundo. E peço desculpas por descrever isto tão superficialmente, confortavelmente sentado aqui, diante do meu computador, numa sala quentinha e seca, com cheiro de café fresquinho vindo da cafeteira fumegante. …

Dom Óscar Romero e os santos

Imagem
Óscar Arnulfo Romero Galdámez é um mártir de cristo na América Latina. Seu martírio foi precedido da condição de profeta. Ergueu sua voz para defender o povo de El Salvador da tirania dos poderosos. Tratou o povo simples como "pequeninos irmãos" e sua voz profética em defesa do povo ecoa até hoje através dos vales de lágrimas da injustiça que ainda corre solta pelo nosso continente. E fez a sua defesa incondicional dos pobres e do povo através dos instrumentos da não-violência ativa, sendo comparado a Mahatma Gandhi e Martin Luther King. Por ser profeta, por clamar contra a injustiça, por defender o povo injustiçado e oprimido em plena guerra civil salvadorenha, Dom Óscar Romero foi covardemente assassinado durante a missa, em San Salvador, no dia 24 de março de 1980. Foi arcebispo da capital salvadorenha por pouco mais de três anos. Dom Óscar Romero é um legítimo mártir da paz. Mas não daquela paz que não se envolve, que se retira das lutas e que se isola sem compromisso. O…

Tudo pela audiência

Imagem
Não, não! Não me refiro àquele programa engraçadinho do Multishow (que, aliás, faz tudo mesmo pela audiência, como abusar de pessoas fisicamente fora do nosso esquálido conceito de beleza, por exemplo). Falo é do velho Jornal Nacional, o JN.  Agora deram para tentar sair do jurássico padrão Repórter Esso, mais engessado que perna quebrada. Querem imitar o bem-sucedido Jornal Hoje na descontração e nos apresentadores desfilando por um mundo que mais parece ter saído de cenários da ficção de Hollywood. Mas não deu muito certo.  Bonner está muito mais para Heron Domingues (Repórter Esso). Por mais que se esforce, não tem a desenvoltura de um Evaristo Costa (Jornal Hoje); não para improvisar comentários sobre as notícias.  Veja a grande bobagem que Bonner fez na segunda à noite (Não assisti, porque faço parte dos 70% da não-audiência do JN). Por este caminho, vão perder mais um terço da audiência rapidinho.  Para terminar, dou um conselho de graça ao Bonner: Você quer recuperar a audiência do…