Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Ironia: Hitler tinha DNA judeu e africano

Imagem
Ironia suprema da história, estudos feitos com amostras de DNA dos parentes de Adolf Hitler demonstraram que o Führer tinha ascendência genética africana e judia. O homem que escreveu “Mein Kampf” e provocou o maior genocídio da história em nome da pureza da raça ariana, não era ariano.

A pesquisa foi divulgada pela revista belga Knack. O material utilizado para o teste do DNA foi coletado de 39 parentes do ditador, rastreados a partir de indicações de um jornalista e de um historiador. Eles encontraram o cromossomo chamado Haplogroup E1b1b (Y-DNA) em todas as pessoas ligadas consanguineamente ao líder do Terceiro Reich. Esse cromossomo é raro na Alemanha e mesmo na Europa Ocidental, sendo encontrado com maior frequência nos povos berberes da África, que vivem no Marrocos, na Argélia, na Líbia e na Tunísia, bem como em descendentes de judeus asquenazes e sefarditas, informou o historiador Marc Vermeeren.
A revista Knack fez questão de destacar que as provas do DNA foram testadas em con…

Bruni é prostituta por defender Sakineh

Um jornal controlado pelo governo do Irã chamou a primeira-dama da França, Carla Bruni, e outras personalidades francesas de “prostitutas” em um artigo de opinião. O texto não-assinado, na página 2 da edição de sábado do jornal estatal Kayhan traz o título: “Prostitutas francesas entram no tema direitos humanos”. O artigo critica Carla Bruni e a atriz francesa Isabelle Adjani, que assinaram o abaixo-assinado em defesa de Sakineh. No texto, o jornal afirma que Bruni é uma pessoa “imoral”.

O Brasil e o flagelo da pouca leitura

Imagem
No Brasil cada pessoa lê, em média, 1,3 livro(s!!!) por ano. Nos Estados Unidos 11, na França 7, na Argentina 3,2. Existem 2.980 livrarias no país, uma para cada 64 mil habitantes. Segundo a UNESCO, deveria haver pelo menos uma livraria para cada grupo de 10 mil habitantes. Há em todo o Brasil 4.763 bibliotecas, uma para cada 33 mil habitantes. Na Argentina existe uma para cada 17 mil. Em 420 cidades brasileiras não existem bibliotecas ou estão fechadas. Essas bibliotecas emprestam, em média, apenas 296 livros por dia, o que é muito pouco, e somente 29% delas tem acesso à internet. Os dados são do Censo Nacional das Bibliotecas Públicas Municipais, realizado pela Fundação Getúlio Vargas a pedido do Ministério de Cultura.

Segundo a Unesco, o Brasil tem 13,8 milhões de analfabetos. Sem contar os analfabetos funcionais, um universo que engloba 54% da população entre 15 e 64 anos que cursaram até a 4ª série do Ensino Fundamental e não são capazes de compreender textos extensos e muito meno…

Padre vira skatista para atrair os jovens

O padre húngaro Zoltan Lendvai está fazendo um sucesso incrível no Youtube, com este vídeo. É assim que ele conquista os jovens para a igreja católica da pequena cidade húngara de Redics. O seu vídeo já teve mais de 400 mil acessos. Segundo a BBC, alguns adolescentes estão indo regularmente às missas do padre depois de descobrirem seus dotes skatistas. O padre, que tem 45 anos, começou bem cedo a dominar as pranchas de skate. Ele apenas reciclou seu conhecimento, adquirido quando tinha 14 anos.

Um milhão de assinaturas contra a fome

Imagem
O presidente Lula assinou ontem, quarta-feira (25), em Brasília, a petição do projeto “1billionhungry” (um bilhão de pessoas com fome). O projeto busca reunir um milhão de assinaturas para uma petição convocando os líderes nacionais e internacionais a colocarem o combate à fome no topo da agenda política. É uma campanha mundial de comunicação que oferece uma saída criativa para a revolta e indignação que as pessoas sentem frente à inaceitável situação da fome no mundo.

Lula se une a mais de 421 mil pessoas que já assinaram a petição. Atualmente, cerca de um bilhão de pessoas passam fome no mundo. A petição contra a fome pode ser assinada diretamente no sítio www.1billionhungry.org/faobrasil. As pessoas podem apoiar o projeto “1billionhungry” assinando a petição e convidando seus amigos e familiares também a fazerem o mesmo.

No Brasil já há diversos apoiadores: Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA), Biblioteca Nacional de Brasília (BNB), Rede Nacional de Mobiliz…

Boca costurada em greve de fome

Imagem
Ramaz Aronia, de 51 anos, refugiado da Abkhazia, costurou os lábios em greve de fome em Tbilisi, Geórgia, nesta quarta (25 de agosto). Dezenas de refugiados protestam contra a decisão do governo de expulsá-los das casas em que vivem atualmente. (Foto: David Mdzinarishvili/Reuters)

Uma carta de Manoel Kanamari

Imagem
Aldeia Kanamari, no Amazonas

O planeta está entrando na UTI. Enchentes na China e no Paquistão, incêndios incontroláveis na Rússia e no Brasil, um calor insuportável no verão europeu e norte-americano, umidade relativa do ar próxima de zero no centro-oeste brasileiro...

Enquanto isso, sucedem-se meetings, cumbres, cúpulas, protocolos e acordos que não chegam a acordo algum. Fala-se em mudanças para não ter que mudar nada. Divulgam-se aos quatro ventos centenas de experimentos com novos combustíveis, veículos com emissão zero e energia limpa, mas ao mercado continuam chegando bólidos com duzentos, trezentos e até quatrocentos cavalos sob o capô, que engolem mais gasolina do que poeira... Usinas hidroelétricas gigantescas continuam sendo construídas. A pesquisa nuclear continua a todo vapor. Ninguém vai parar a exploração de petróleo, em um único poço que seja, em qualquer parte do mundo. A economia sustentável é uma conversa fiada tão gigantesca quanto a poluição gerada pelo desenvolvime…

O mundo quer salvar Sakineh

Imagem
Os protestos do mundo inteiro contra o apedrejamento de Sakineh Mahammadi Ashtiani (43 anos) estão ganhando um novo contorno. Agora não é mais coisa de alguns poucos. Grupos gigantescos estão se formando na internet e famosos estão se empenhando pela iraniana. No próximo sábado, uma aliança de organizações pelos direitos humanos pretende organizar um mega-evento de protesto contra apedrejamentos, tortura e execuções no Irã, sob o lema “100 cidades do mundo contra as execuções” (http://notonemoreexecution.org/2010/08/14/100-stadte-der-welt-gegen-steinigung/). É a maior ação do tipo jamais organizada. Até o momento 87 cidades anunciaram sua participação, entre eles Berlim, Bagdá, Nairóbi e Nova York.

A solidariedade com Sakineh é gigantesca ao redor do planeta. A rede de relacionamentos Facebook organizou um site exclusivo para o caso (http://www.facebook.com/savesakineh/), que já tem mais de 60.000 integrantes. No site “freesakineh” (http://freesakineh.org/) quase 200 mil pessoas já ass…

Com deficiência, sem emprego

Imagem
Começou no sábado, dia 21, e vai até 28 de agosto, a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, com o tema: “Dá-nos a superação do preconceito a cada dia”. A semana de reflexão sobre o tema é instituída pela Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil-IECLB. Um caderno de subsídios aponta que “nesta semana, em especial, se faz necessário refletir sobre o quanto as pessoas com deficiência são privadas do seu direito ao ‘pão de cada dia’ (NE: referência ao tema do ano da IECLB). Barreiras impostas dificultam ou impedem o acesso à educação, ao mercado de trabalho, à saúde, à convivência, ao respeito, ao amor e a tantas outras coisas necessárias para uma vida com qualidade”. Maiores informações pelo http://www.luteranos.com.br/, o portal da IECLB.

Por falar no assunto, a blogueira Márcia Gori (http://mrciagori.blogspot.com/) traz uma denúncia importante sobre a diminuição da presença de trabalhadores com deficiência nas empresas brasileiras nos últimos dois anos.

Segundo o seu blog, “…

Sports are business!

Imagem
O Mundial de basquete promete ser quente dentro de quadra. A uma semana do início da competição, que acontece na Turquia, as seleções da Grécia e da Sérvia transformaram um simples amistoso preparatório em uma guerra. Socos, pontapés, cadeirada e sangue foram o saldo da briga entre jogadores das duas seleções nesta quinta-feira à noite.

Ao contrário da crença comum, o esporte não enobrece o ser humano. Ele fomenta rivalidade, competição, xenofobia, violência, distúrbios de toda ordem e não condiz com o espírito cristão. Essa história de que o esporte contribui para a paz, a harmonia entre os povos e a saúde das pessoas, é conversa de patrocinador. Aliás, pelas estratosféricas somas em jogo, até mesmo no esporte “amador”, sports are business! Somente isso. O resto é conversa prá boi dormir.

Quanto à saúde, bem, deixo a palavra com o Guga, o Cacá, o Ronaldo... e milhares de anônimos atletas que, exigidos até o seu limite máximo, deixaram a sua juventude nas quadras e carregam as sequelas …

70 anos de Taizé

Imagem
Os jovens são atraídos de modo especial pela comunidade
No dia 20 de Agosto de 1940, em meio à II Guerra Mundial, o irmão Roger chegou a Taizé, com o projeto de fundar uma comunidade. Morreu a 16 de Agosto de 2005, assassinado por uma senhora bem no meio da oração comunitária da noite, diante dos celebrantes. Lembro hoje este duplo aniversário, dos 70 anos da fundação da Comunidade e dos cinco da morte do irmão Roger.

Segundo o secretário-geral da Federação Luterana Mundial, Ishmael Noko, “Não podemos lembrar-nos da violenta morte do irmão Roger sem estarmos ainda mais conscientes de que ele foi testemunha de uma outra visão de vida. O empenho de Taizé pela reconciliação, a paz e a unidade da humanidade é mais atual do que nunca.”

Segundo o secretário-geral do Conselho Mundial das Igrejas, Olav Fykse-Tveit, “A ‘parábola da comunidade’ foi um serviço pioneiro: inspirou Igrejas do mundo inteiro e é um modelo para estas atenderem às necessidades espirituais e materiais do povo de Deus e, ma…

Amis are going home... really?

Imagem
Tudo começou com uma mentira. O mundo inteiro acreditou na história do governo Bush de que Saddam fabricava “armas de destruição em massa”. Hoje, após sete anos de muita violência e incontáveis outras mentiras (o número sete não é uma mera coincidência, não?), o exército norte-americano começa a deixar o Iraque. Após dezenas de milhares de mortos e bilhões de dólares que viraram fumaça, Amis are going home... A retirada deve terminar até o final de agosto, o que, no fundo, é só mais uma mentira. Cerca de 50 mil soldados permanecerão em solo iraquiano como “forças de segurança”, por mais um longo ano.

De mala e cuia, as tropas atravessam a fronteira rumo ao Kuwait e, de lá, de volta aos EUA. A Casa Branca evitou fazer alarde, porque não há motivo para dizer que estão saindo vitoriosos. Para muitos dos que partem hoje, tem um próximo alvo no caminho. Faz tempo que a luta no Afeganistão espera por soldados experientes... Afinal, não dá para viver sem uma guerrinha. A vida num planeta em p…

Uma conferência que busca a paz no campo

Imagem
Começou hoje, às 9 horas, a VI Conferência da Paz no Brasil, no auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). O tema da conferência é “Direitos Humanos e Participação Popular: Por um Limite da Propriedade da Terra”. O objetivo é refletir sobre a concentração de terras nas mãos de poucos e como este cenário desigual reflete na questão dos Direitos Humanos.

Entre os convidados, estão o deputado Michel Temer (PMDB/SP), o padre Dirceu Fumagali, da Comissão Pastoral da Terra (CPT), o deputado Nazareno Fonteles (PT/PI); Iradj Eghrari, da Comunidade Baha’i, Daniel Seidel, da Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CBJP), o Juiz de Direito Marlon Jacinto Reis, Luiz Bassegio, do Plebiscito Popular, Marcelo Lavenère, do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), Gilberto Portes, do Fórum Nacional pela Reforma Agrária e Justiça no Campo (FNRA), e o assessor de Direitos Humanos do CONIC, Everardo de Aguiar Lopes, além do secretário geral e do presidente do CONIC, Rev. Luiz…

Família do saudoso Betinho é indenizada

Imagem
A Comissão de Anistia do Ministério da Justiça concedeu ontem anistia política ao sociólogo Herbert José de Souza, o Betinho. Sua família terá direito a uma indenização mensal de R$ 2.294,61 e mais R$ 207.738,79 por prejuízos financeiros decorrente da exoneração de Betinho do cargo de coordenador de equipe técnica do Ministério da Educação durante a ditadura.

Betinho foi um dos fundadores da Ação Popular (AP), organização ligada à Igreja Católica que atuou na resistência ao regime militar. O sociólogo foi exilado no início da década de 1970 e retornou em 1979. No ano de 1992 Betinho liderou uma campanha de combate à fome. A viúva de Betinho, Maria Nakano, também foi anistiada. Ela receberá uma indenização mensal de R$ 1.205,53 e um valor retroativo de R$ 109.103,53 por ter sido impedida de exercer sua atividade de trabalho no período do exílio.
Betinho é mais uma dessas figuras que não devemos esquecer. Sua luta ajudou a transformar o Brasil na nação que é hoje. E certamente nos inspira…

Carlos Drummond de Andrade

Imagem
Hoje, 17 de agosto, no ano de 1987, o Brasil perdia Carlos Drummond de Andrade. O maior poeta brasileiro do século 20 era também cronista, contista e tradutor. Sua obra traduz a visão de um individualista comprometido com a realidade social. Para homenageá-lo, encontrei uma frase que tem uma semelhança impressionante com o que diz o Apótolo Paulo na carta aos Romanos. Compare e veja:
“A minha vontade é forte, mas a minha disposição de obedecer-lhe é fraca.”
Carlos Drummond de Andrade
“Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço.”
Apóstolo Paulo
E, para refletir neste dia, vai um pensamento que é um desafio de vida: “A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade.” Carlos Drummond de Andrade

O beijo do fim da guerra

Imagem
A foto original da revista Life e a reconstituição da cena (abaixo)
O beijo entre um marinheiro e uma enfermeira em plena Times Square, em Nova York, comemorando o fim da Segunda Guerra Mundial, imortalizado por uma fotografia da revista “Life” completa 65 anos amanhã, dia 14 de agosto. Uma das mais famosas fotografias do século 20 será homenageada neste final de semana com um “beijo coletivo”. Os organizadores do evento esperam que centenas de pessoas participem da recriação da imagem que o fotógrafo Alfred Eisenstaedt tirou em 14 de agosto de 1945. A homenagem será aos pés de uma estátua colorida de oito metros de altura, que reproduz a célebre foto e está instalada na esquina da rua 44 com Broadway, exato ponto onde a imagem foi feita. Eisenstaedt morreu em 1995, e a enfermeira, Edith Shain, faleceu no início deste ano, com 91 anos de idade.

Metodistas confessantes

Imagem
Os jovens metodistas protestaram na rua e na plenária do 18º Concílio Metodista, em 2006.

No período – de triste lembrança e dramáticas consequências – em que o Nazismo imperou na Alemanha (1933-1945), não se submeter à tirania do Estado era, além de um ato de extrema coragem e heroísmo, uma condenação quase certa à morte. O terror de estado garantiu a adesão das massas. Até mesmo a Igreja submeteu-se oficialmente, tanto a católica quanto a protestante. Nos anos áureos da ditadura de Hitler não era incomum ver sacerdotes e pastores ao lado dos garbosos uniformes decorados com a suástica onipresente.

Um pequeno grupo de pastores luteranos, entretanto, ousou corajosamente nadar contra a forte correnteza do III Reich, por considerar que o caminho de ódio e perseguição oficializado pelo governo não condizia com o conteúdo do Evangelho. Em oposição à igreja oficial, este grupo fundou a “Bekennende Kirche” (Igreja Confessante). O grupo cresceu rapidamente, não só no número de adesões, mas na …

Sabedoria anciã

Imagem
“A lei da ficha limpa coloca em risco o estado de direito no Brasil.”

A frase é do ministro do Supremo Tribunal Federal, Eros Grau, aposentado no último dia 2 de agosto. Ela confirma o que eu disse aqui (http://clovishl.blogspot.com/2010/05/para-refletir-durante-o-final-de-semana.html), citando Marcos Rolim e Aurélio Weissheimer. Eu afirmei que ela pode ser um instrumento muito eficiente para tirar adversários políticos do caminho. Citei como exemplo Nelson Mandela, o grande conciliador que construiu a moderna África do Sul livre do apartheid, depois de ter passado duas décadas preso em Roben Island, com condenação de prisão perpétua. Se lá houvesse uma lei como a nossa da Ficha Limpa, ele não teria sido candidato a presidente da África do Sul. E tudo o que fez, não teria feito.

Não sou contra a moralização nos meios políticos. Muito pelo contrário. Chega de safadeza, corrupção e descaso com o povo entre os responsáveis pela administração da coisa pública. Mas me parece perigoso apostar…

A arrogância leva ao desastre

Imagem
O diálogo a seguir é verídico. Ele aconteceu em outubro de 1995, entre o comandante de um porta-aviões da Marinha Americana e as autoridades costeiras do Canadá, próximo ao litoral de Newfoundland.

Os americanos começaram calmos, transmitindo pelo rádio:
– Favor alterar seu curso 15 graus para norte, para evitar a colisão com a nossa embarcação. Câmbio.

A resposta dos canadenses foi imediata:
– Recomendo mudar o seu curso 15 graus para sul. Câmbio.

A resposta já veio repleta de irritação, denotando empáfia e autoritarismo:
– Aqui é o capitão de um navio da Marinha Americana. Repito, mude o seu curso!

Mas o canadense insistiu:
– Senhor capitão. É altamente recomendável que mudem o seu curso atual.

A caldo começou a engrossar, com o capitão americano berrando ao microfone:
– Este é o porta-aviões USS Lincoln, o segundo maior navio da frota americana no Atlântico! Estamos acompanhados de três Destroyers, três fragatas e numerosos navios de suporte! Eu exijo que mudem o curso em 15 graus para norte…

Sobrevivi em Auschwitz!

Este vídeo mostra o idoso Adolek Kohn, de 89 anos, da Austrália, numa dança desajeitada com a família em diversos lugares do campo de concentração de Auschwitz. O vídeo foi postado no Youtube e está provocando polêmica ao redor do mundo. Muitos o consideram ofensivo à memória das vítimas do nazismo, que foram mortas ali.

Entretanto, de cada três que se posicionam sobre o vídeo, dois não se sentem ofendidos pela dança de Adolek e seus netos. “Ele tem todo o direito de dançar em Auschwitz”, dizem principalmente os mais jovens, parentes das vítimas. Acontece que Adolek é um dos sobreviventes dos fornos crematórios de Auschwitz.

No verão passado, sua filha Jane Korman, uma artista plástica residente em Melbourne, convidou o pai para uma viagem com os netos à Polônia, terra dos ancestrais da família. Lá, ele voltou a Auschwitz, onde tiveram a idéia de fazer a coreografia de quatro minutos e meio de “I Will Survive – Dancing in Auschwitz”, o nome do vídeo que postaram no Youtube. Durante seis…

Uma carta contra a xenofobia

Imagem
Uma comovente carta do Presidente Evo Morales, da Bolívia, ao Presidente Barak Obama, dos EUA, em defesa dos imigrantes que são violentamente rechaçados e perseguidos pela Lei Arizona, é um alerta contra um crescente fechamento de fronteiras dos países ricos em relação aos pobres. A xenofobia (ódio aos estrangeiros) cresce nos EUA e em diversos países da Europa. Abaixo, a carta de Morales na íntegra:

“Você é o primeiro afro-americano a se converter em presidente dos Estados Unidos da América do Norte. Em seu discurso de posse, ressaltou a importância social e multicultural dos povos e seres humanos, mensagem que o catapultou neste histórico processo político em seu país.

Como parte de um povo historicamente discriminado, com raízes de uma mãe européia e um pai africano, você sabe o quão é difícil a vida para os irmãos latino-americanos que migram para os EUA em busca da oportunidade de uma vida mais digna e menos injusta.

Seus pais tiveram que iniciar uma vida em um país que não era dele…

Especialidade: Varrer para debaixo do tapete

Imagem
O ditador Omar al Bashir (Sudão), procurado por crimes contra a humanidade, está entre os que procuraram os serviços dessas empresas.

Empresas britânicas de relações públicas estão lucrando para limpar a imagem de ditaduras e regimes violadores dos direitos humanos de todo o mundo. Segundo uma investigação do jornal “The Guardian”, essas empresas ganham milhões de libras por ano melhorando a imagem de regimes como os da Arábia Saudita, Ruanda, Cazaquistão e Sri Lanka.

As empresas de relações públicas cobram até 2 milhões de libras (R$ 5,6 milhões) para assessorar na comunicação de governos criticados por organismos internacionais, como a ONU (Organização das Nações Unidas), por suas infrações aos direitos humanos. A Associação de Consultores de Relações Públicas falam em um mercado de 7 bilhões de libras ao ano (R$ 19,5 bilhões) só no Reino Unido.

O presidente do Sudão, Omar Bashir, procurado pela Corte Penal Internacional por suspeita de crimes contra a humanidade ligados com o genocídi…

A rosa de Hiroshima

Hoje, há 65 anos, uma explosão jamais vista varreu a cidade de Hiroshima e a maioria dos seus habitantes do mapa. Um gesto absurdo e desnecessário, numa guerra insana e absurda que já estava no fim. Três dias depois, a estupidez foi repetida em Nagasaki. Ninguém esquece. Não podemos esquecer. Não devemos. Ainda assim, o nível de insanidade está tão elevado que, de modo algum, estamos livres de repetir a estupidez, com armas tão poderosas que estas, de 65 anos atrás, irão parecer espoletas... Paz! Paz! Não cessaremos de clamar, ainda que amordacem as nossas bocas, enclausurem as nossas mentes e arranquem de nossas gargantas o último fio de voz. Paz! Paz!

Adoniran Barbosa, 100 anos

Na memória quase genética dos brasileiros, de norte a sul deste imenso Brasil, estão registradas algumas músicas que foram incorporadas ao folclore nacional e são sinônimo de brasilidade. Saudosa Maloca, Trem das Onze, Samba do Arnesto, Tiro ao Álvaro são algumas delas. Seu autor e intérprete, com seu chapéu de coco e seu jeito matuto, também é sinônimo de um Brasil alegre e descontraído. Hoje, 6 de agosto, faz 100 anos que ele nasceu.

Os livros de registro de Valinhos indicam a chegada de João Rubinato em 06 de agosto de 1910, no meio de uma escadinha de seis irmãos.

Um artista nato em busca de espaço, em meio ao concorrido mundo artístico da chamada era do rádio, João Rubinato bateu em muitas portas e cantou samba carioca, sofisticado e empostado. Mas a sua voz não era das melhores, embora todos já admirassem o seu indisfarçável talento para o humor, ainda na década de 1930. Começou a se destacar na Rádio São Paulo, com os programas de variedades “Teatro Alegre” e na Rádio Cosmos com …

A violência é falta de Deus?

Imagem
O apresentador da TV Bandeirantes, José Luís Datena, começou no dia 27 de julho, uma guerra improdutiva e cheia de ignorância contra os ateus. Ao comentar crimes hediondos, Datena resolveu criar uma enquete para ver quem acredita ou não em Deus. Quando o número de ateus superou as suas expectativas, Datena resolveu incentivar os fiéis a ligar para confirmar a sua fé em Deus.

No meio da argumentação, Datena forçou diversas vezes a barra, insinuando que toda a violência tem origem na descrença. Ao ver a sua enquete ter mais de mil ateus, ele lascou: “Aposto que muitos desses estão ligando da cadeia”. Entre muitos outros disparates do gênero, Datena afirmou que só quem não acredita em Deus é capaz de cometer crimes, comparando os ateus a “pessoas do mal”, “assassinos”, “bandidos” e “estupradores”, e não se conteve em dar a entender que, em sua opinião, a culpa da violência e da corrupção no Brasil é dos ateus.

Além de fazer uma velha confusão entre ateísmo e descrença, coisa bastante comum…

Cantor de hip hop quer governar o Haiti

Imagem
O cantor americano de hip hop Wyclef Jean anunciará hoje, no programa Larry King Live, da rede CNN, sua candidatura à Presidência do Haiti, seu país de origem. Sua porta-voz, Cindy Tanenbaum, não confirma a informação, mas disse que Jean fará um anúncio importante no programa. O atual presidente do Haiti, René Preval, está impedido pela Constituição de tentar um novo mandato nas eleições de 28 de novembro. Jean ganhou grande prestígio graças à dedicação ao Haiti por meio de sua Fundação Yele Haiti, além de ter sido uma das primeiras celebridades que ofereceram ajuda ao país após o devastador terremoto em janeiro. O cantor disse à CNN que já entregou toda a documentação necessária para poder disputar a Presidência.

Cicatrizes que agora são patrimônio

Imagem
Atol de Bikini hoje: marcas e beleza natural
Atol de Bikini como cenário dos testes nucleares
As Ilhas Marshall, no Atol de Bikini, já foram área de teste de bombas atômicas, e são uma triste lembrança da guerra fria. Nos anos 1940 e 1950, os americanos faziam os testes de suas bombas nucleares aqui. Ainda hoje a população local sofre os efeitos daqueles testes. Agora, a Unesco transformou o arquipélago e o atol em Patrimônio Cultural da Humanidade, como “um símbolo da era nuclear” e do “movimento internacional pelo desarmamento nuclear”, diz o site da entidade.

A decisão da Comissão foi em Brasília, no final de julho. O ministro da Cultura brasileiro, Juca Ferreira, atual presidente do comitê, apontou a decisão como um reconhecimento da importância simbólica do Atol de Bikini para a humanidade como uma tragédia que não pode ser esquecida. “A experiência do Atol não pode se repetir e tem de ficar na memória de futuras gerações”, disse Ferreira.

O Atol é composto por 36 ilhas que margeia…

História comovente e segundas intenções

Imagem
Aisha é uma jovem afegã de 18 anos, cuja imagem está na capa da revista americana Time desta semana. A imagem revela uma outrora bela mulher, que agora está marcada por toda a vida. Ela teve o nariz e as orelhas decepados por ter fugido de seus sogros, que a maltratavam. Um comandante talibã do vilarejo onde morava a condenou – apesar de suas queixas de que era tratada pela família do marido como escrava – para que outras mulheres não tentassem seguir seu exemplo. Seu cunhado a segurou e seu próprio marido a cortou. Ela hoje vive escondida em um abrigo para mulheres e, com a ajuda de uma organização humanitária da Califórnia, deverá viajar aos EUA para passar por uma cirurgia reparadora.

A foto da capa é acompanhada por uma história forte de como as mulheres afegãs abraçaram as liberdades conquistadas com a queda do Talibã, e como elas temem a volta do regime. Aisha decidiu posar para a foto porque “quer que o mundo veja o efeito que a volta do Talibã teria para as mulheres no Afeganis…

Um jeito fácil de livrar-se da mulher

Imagem
No mundo islâmico, há um jeito fácil de livrar-se da mulher. Basta acusá-la de adultério, que será condenada à morte por apedrejamento. A condenação, depois da acusação, é 100% garantida, num ambiente em que os tribunais são compostos exclusivamente por outros homens.
Entretanto, ainda que o adultério tivesse sido de fato consumado, nada justifica o apedrejamento de um ser humano, nem diante do ser humano, muito menos diante de ou em nome de Deus. "Quem não tiver pecado, que atire a primeira pedra", desafiou Jesus, diante de uma cena típica de apedrejamento, bem do jeito que ainda hoje acontece no Oriente.
Por isso, tiro o chapéu para a atitude do Presidente Lula, que no sábado passado abriu as portas do Brasil para acolher Mohammedi Ashitiani, uma mulher iraniana de 43 anos, que foi condenada à morte por apedrejamento por suposto adultério. Ele ofereceu asilo político à iraniana em respeito às mulheres, "já que a minha candidata é mulher", disse. "Nada justifi…