Sports are business!


O Mundial de basquete promete ser quente dentro de quadra. A uma semana do início da competição, que acontece na Turquia, as seleções da Grécia e da Sérvia transformaram um simples amistoso preparatório em uma guerra. Socos, pontapés, cadeirada e sangue foram o saldo da briga entre jogadores das duas seleções nesta quinta-feira à noite.

Ao contrário da crença comum, o esporte não enobrece o ser humano. Ele fomenta rivalidade, competição, xenofobia, violência, distúrbios de toda ordem e não condiz com o espírito cristão. Essa história de que o esporte contribui para a paz, a harmonia entre os povos e a saúde das pessoas, é conversa de patrocinador. Aliás, pelas estratosféricas somas em jogo, até mesmo no esporte “amador”, sports are business! Somente isso. O resto é conversa prá boi dormir.

Quanto à saúde, bem, deixo a palavra com o Guga, o Cacá, o Ronaldo... e milhares de anônimos atletas que, exigidos até o seu limite máximo, deixaram a sua juventude nas quadras e carregam as sequelas por toda a vida. Sem falar dos que se anabolizaram e morreram antes dos 40 anos... dos que se drogaram para suportar as dores e se tornaram dependentes...

Não me falem do valor do esporte para a humanidade...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”