Postagens

Mostrando postagens de 2009

Maria canta um novo tempo!

Imagem
A minha alma anuncia a grandeza do Senhor. O meu espírito está alegre por causa de Deus, o meu Salvador. Pois ele lembrou de mim, sua humilde serva! De agora em diante todos vão me chamar de mulher abençoada, porque o Deus Poderoso fez grandes coisas por mim. O seu nome é santo, e ele mostra a sua bondade a todos que o temem em todas as gerações.
Deus levanta a sua mão poderosa e derrota os orgulhosos com todos os planos deles. Derruba dos seus tronos reis poderosos e põe os humildes em altas posições. Dá fartura aos que têm fome e manda os ricos embora com as mãos vazias. Ele cumpriu as promessas que fez aos nossos antepassados e ajudou o povo de Israel, seu servo. Lembrou de mostrar a sua bondade a Abraão e a todos os seus descendentes, para sempre. (Lucas 1.47-55)

Que Deus é esse que anuncia Maria? Ele não proclama a guerra santa, nem anuncia o poder ou a destruição. Que Deus é esse que vem, num menino frágil e indefeso, deitado na coxia do trato dos animais, parido por mulher Maria? …

Dia Internacional dos Direitos Humanos

Imagem
Hoje, 10 de dezembro, é o Dia Internacional dos Direitos Humanos. Nele, celebramos uma das maiores conquistas da humanidade, a Declaração Universal dos Direitos Humanos, promulgada pela Organização das Nações Unidas no ano de 1948. São os 30 artigos mais importantes já promulgados na busca por um ideal comum a todas as nações, no sentido de respeitar os direitos mínimos de cada habitante deste planeta.
Fala-se muito de direitos humanos, mas o conteúdo da Declaração é pouco conhecido. No Brasil, por exemplo, há muitos que identificam os direitos humanos com uma defesa dos "direitos dos bandidos". Tal visão tem conquistado cada vez mais espaço entre nós, causando um lamentável desserviço à nação brasileira, feita de gente de índole tão pacífica e respeitosa. É preciso mudar este preconceito urgentemente.
É preciso ler a Declaração na íntegra, (confira, por exemplo, http://www.mj.gov.br/sedh/ct/legis_intern/ddh_bib_inter_universal.htm) para perceber que estamos diante de uma decl…

Quanto vale o seu tempo?

Imagem
O Advento é um tempo muito especial no calendário cristão. É um tempo de reflexão e de silêncio interior, de espera e alegria pelo que vem. No comércio, o tempo de Natal já começa bem antes do primeiro domingo de advento, pois cada dia que podem acrescentar ao período do Natal representa mais vendas e mais lucro em caixa, melhorando a “rentabilidade” do Natal.

Tudo hoje é medido por sua “utilidade econômica”. É isso que marca também o ritmo do tempo e a forma como fazemos uso dele. Assim, por exemplo, os domingos foram transformados em dias úteis e bons para negócios, ao mesmo tempo em que o calendário está repleto de feriados que lembram eventos festivos sobre cujo significado não se tem mais clareza.

Há uma grande confusão sobre o que é trabalho e descanso, dia útil e domingo, e cada pessoa precisa organizar a sua agenda de forma individual, em busca do equilíbrio entre esses dois pratos da balança. A maioria já não tem domínio algum sobre a sua agenda, especialmente os trabalhadores …

Stevie Wonder é mensageiro da paz da ONU

Imagem
O cantor norte-americano Stevie Wonder foi nomeado “mensageiro da paz” da Organização das Nações Unidas (ONU) com um enfoque especial nas pessoas com deficiência, anunciou a ONU ontem (03.12). Os mensageiros da paz são celebridades geralmente nos campos de cinema, música, literatura e esportes, que promovem as atividades e os ideais da ONU em aparições públicas e contatos com a mídia.

Em comunicado, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, descreveu Wonder, que é cego, como “uma verdadeira inspiração aos jovens do mundo todo sobre o que se pode conseguir apesar de qualquer limitação física”.

“Ele conseguiu usar sua voz e sua relação especial com o público para criar um mundo melhor e mais inclusivo, defender os direitos civis e humanos e melhorar a vida dos menos afortunados”, disse Ban.

Wonder, de 59 anos, é cego de nascimento, mas aprendeu a tocar gaita, piano e bateria até os nove anos. Em sua carreira, ele emplacou 32 singles no topo das listas de R&B, ganhou 25 prêmios Grammy e v…

Comin recebe Prêmio Gigantes da Ecologia

Imagem
Na foto André Palhano, colunista de sustentabilidade da Folha de S. Paulo e coordenador do Conselho Consultivo do Gigantes da Ecologia; Gustavo Siqueira, promoter e idealizador do Prêmio; pastor Clovis Horst Lindner, representando o Comin na entrega do prêmio.

O Conselho de Missão entre Índios-Comin, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil-IECLB, foi um dos premiados na noite da sexta-feira 27 de novembro, em Blumenau (SC), durante a oitava edição do Prêmio Gigantes da Ecologia. O evento é organizado pelo premiado promoter e comunicador blumenauense, o jovem Gustavo Siqueira, fundador e presidente do Instituto Gingantes da Ecologia.

O prêmio faz parte de um amplo projeto de educação ambiental coordenado pelo Instituto, que tem como uma de suas ações a publicação de uma cartilha sobre o tema água, com tiragem de 100 mil exemplares distribuídos nas escolas de Santa Catarina. A cartilha contempla reportagens sobre todos os projetos de conservação de recursos hídricos e persona…

A corrupção e a sociedade do acúmulo

Imagem
E agora essa? Todos dizem: “O Arruda já é velho conhecido!”. Mas é mais um caso – dos muitos – pipocando em todos os lugares. A população civil já não suporta mais. A cidadania está na UTI, porque os responsáveis para que a sociedade civil caminhe uma boa marcha não têm feito outra coisa do que olhar para os seus próprios bolsos.

Os nossos líderes são o resultado escancarado de uma forma de vida que está centrada unicamente no acúmulo de bens materiais, no prestígio comprado com grandes cifras e no respeito aos que têm muito, não importando como chegaram ao que acumularam, porque é um vale-tudo descarado e maldito. Nada mais é respeitado. Não há mais limite algum. Até descaradas orações de agradecimento pelo dinheiro recebido da propina agora é permitido. É uma zombaria tão maldita que nem mesmo o diabo pode com ela.

O gozado é que esse tipo de ousadia descarada acontece sempre onde o desnível entre ricos e pobres é mais gritante, mais injusto e mais desumano. A corrupção se torna gigan…

HIV/Aids: Uma tragédia mundial

Imagem
No Dia Mundial de Combate à AIDS, vamos lembrar que a tragédia afeta cerca de 12 milhões de crianças, que perderam o pai, a mãe ou ambos para a imunodeficiência. A maioria delas estão no sul da África, mas também na Ásia e na Europa Ocidental. Prevenção, tratamento dos infectados e a busca de perspectivas de vida para os órfãos da AIDS são as tarefas que cabem a todos nós para a busca de uma vida minimamente digna para elas. Apesar das notícias de que o número de infectados diminuiu em todo o mundo, o drama instalado nas regiões mais pobres do mundo ainda está longe de poder deixar de ser qualificado de tragédia. O avanço dos bons resultados em todo o mundo só não foi maior porque há uma grande barreira de preconceito e intolerância em torno do problema.

Os primeiros passos da cruzada da intolerância

Imagem
Numa decisão política surpreendente, os suíços votaram – em um plebiscito realizado neste domingo (29/11) – pela proibição da construção de minaretes no país. A iniciativa de políticos populistas de direita conquistou o apoio de 57,5% dos eleitores. Além de ter obtido 5 milhões de votos, a proposta de proibição foi aprovada pela maioria necessária de 26 dos 30 cantões da Suíça.
O sociólogo suíço Jean Ziegler advertiu sobre o surgimento de uma “atmosfera de pogrom” no país. Para ele, o plebiscito sobre a proibição de minaretes é, na verdade, um referendo sobre o islamismo. “Muitos muçulmanos temem atentados, violência e estigmatização”, explica o ex-deputado social-democrata. “Inicialmente só havia um pequeno grupo dentro do Partido Popular Suíço, beirando ao fascismo, que exigia que se proibisse a construção de minaretes.” E esse grupo acabou iniciando uma campanha gigantesca, que levou à vitória deste domingo.
A decisão é um revoltante ato de regressão, que abre caminho para a volta de…

A execução de Jesus

Imagem
Como uma crítica à onipresente imagem de Mao Tsé-tung (1893-1976) por toda a China, os Irmãos Gao resolveram tematizar este culto em sua arte. Os Irmãos Gao estão entre os mais célebres artistas plásticos chineses. Em sua arte, o culto à personalidade do líder comunista ganha tons iconoclastas e sombrios. Obviamente, a dupla não consegue exibir grande parte de seus trabalhos na China.
A Execução de Jesus é a mais recente obra dos Irmãos Gao. Na obra, seis figuras de Mao Tsé-tung empunham baionetas contra um Jesus indefeso, enquanto uma sétima, também com o rosto de Mao, segura a arma ao fundo. A obra só pode ser vista no estúdio dos artistas, no Distrito 789, uma espécie de território livre da arte contemporânea chinesa. Os artistas estão negociando sua apresentação em 2010 no Kemper Museum of Contemporary Art, em Kansas-EUA.
Gao Zhen (53) estudou Pintura Chinesa Clássica na universidade, enquanto seu irmão Gao Qiang (47) optou por Literatura. Na metade dos anos 80, os dois começaram a …

Um debate com cheiro de pólvora

Imagem
O debate em torno da questão das armas, nos últimos dias, atingiu níveis que só podem ser lamentados. O cheiro de cartuchos detonados já impregna o ar. O tema é sério, é preocupante, é digno de uma reflexão mais isenta e mais respeitosa. Entretanto, nem todos os debatedores aplicaram esta regra.
Entre os muitos argumentos de franco ataque à defesa da paz desarmada, faço questão de citar somente um, mormente por sua origem. É uma manifestação que veio de ninguém menos do que Bene Barbosa, o presidente do Movimento Viva Brasil – entidade que foi constituída em 2005 com o único propósito de vencer o referendo que queria o desarmamento da população civil.
Está óbvio que conseguiram o seu intento. Está óbvio que o resultado de 76,64% dos votos a favor das armas foi fruto do seu trabalho, amealhando votos de uma população desinformada e que sequer tem dinheiro para comprar uma arma. Mas não é este o problema.
Ao conquistarem o direito de ter armas através do referendo, eles imaginam que o res…

The boy who harnessed the wind

Imagem
O jovem William Kamkwamba, hoje com 22 anos de idade, viu uma oportunidade de ouro num lugar em que mal conseguiríamos sobreviver. Ele vive no interior do Malauí, um paupérrimo país perdido no meio da África, que faz fronteira com Moçambique. Seu pai é agricultor em Wimbe, uma pequena vila do interior, praticando agricultura de sobrevivência num lugar inóspito, de colheitas reduzidas e secas periódicas terríveis.
Com dois livros de física elementar, um monte de lixo e vento, William criou eletricidade em meio ao nada, abrindo caminho para a luz e para o bombeamento da água do poço, permitindo irrigação da roça e duas colheitas por ano ao seu pai. De quebra, os vizinhos podem abastecer seus celulares.
A ousadia de Kamkwamba chegou ao canal de TV local e correu o mundo. Hoje sua história virou livro, com o título deste post (O menino que domou o vento). Seu sucesso surgiu em meio a miséria, dedicação, senso de oportunidade e muito lixo. Segundo William, na seca de 2000 a sua família e tod…

Uma visita indesejada

Imagem
Uma carta do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs-CONIC ao ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, assinada pelo presidente, o pastor da IECLB Carlos Möller, e pelo secretário-geral, rev. Luiz Alberto Barbosa, critica a visita ao Brasil do presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, na semana que vem. Segundo a carta, as importantes relações comerciais entre Brasil e Irã não podem ser a única motivação para recebê-lo.

Os direitos humanos são o pomo de discórdia. “Como cidadãos brasileiros, ficamos extremamente preocupados ao testemunhar a aproximação do nosso país com um regime autoritário e perpetuador de graves violações dos direitos humanos, como o dirigido pelo presidente Mahmoud Ahmadinejad”, diz o texto do CONIC.

A violação sistemática dos direitos humanos tem sido a regra no Irã, inclusive no campo religioso. “É um regime de profunda intolerância religiosa, em que cristãos, judeus e os seguidores da fé Baha’i, dentre outros, sofrem perseguições diárias, inclusive com ameaças …

Os 40 anos do milésimo

Imagem
Hoje é um dia muito especial. No dia 19 de novembro de 1969, diante do Maracanã lotado, Pelé marcava, de pênalti contra o Vasco, o milésimo gol oficial de sua carreira. Quarenta anos depois, nem o próprio Rei do Futebol consegue esquecer que as suas pernas tremeram naquela noite.
Não é pelo gol, não é pela figura única de Pelé como o atleta mais admirado de todos os tempos, em todo o Planeta. É como lembrança de um futebol de outros tempos, com outra índole e uma certa inocência perdida. O que Pelé ganhou ao longo de sua vida, é uma merreca diante do que ganham Kaká, Ronaldinho Gaúcho, Robinho, Cristiano Ronaldo e outros. O dinheiro acabou com o futebol-arte. O dinheiro acabou com os craques. O dinheiro acaba com tudo.
Pelé, que o seu gol continue indelével em nossa memória por muito tempo. Aos que não se contentam com a imagem acima, um link para rever um pouco das peripécias do artista máximo da bola: http://www.youtube.com/watch?v=8QEmnP48PEc&feature=related.

Hyperphotos de Rauzier

Imagem
O fotógrafo francês Jean-Francois Rauzier inaugura este mês em Londres a exposição "Hyperphotos". Em suas obras, Rauzier mistura sonho e realidade em composições fotográficas manipuladas no Photoshop. Dando atenção minimalista aos detalhes, o artista monta imagens que parecem reais, mas surpreendem pelos elementos nada convencionais. "Durante longas horas, dias e noites, eu trabalho nas imagens e algumas vezes chego a dormir na frente do computador", disse ele ao jornal britânico The Independent. Rauzier junta no Photoshop algo entre 600 e 3,5 mil fotografias em close de inúmeros detalhes da imagem representada. A costura entre as imagens é tão precisa que mal dá para perceber, mantendo forma e foco nos menores detalhes. A alta definição das imagens, que mantém a mesma qualidade mesmo quando ampliadas mais de 50 metros, também se destaca. Se você quer ver o impressionante trabalho do artista, não precisa ir até Londres. Entre no site http://www.rauzier-hyperphoto.c…

Cadeias e navios negreiros

Imagem
A foto aí de cima, de Eliane Gorritti e publicada no Terra, é uma das duas celas do Departamento de Polícia Judiciária de Vila Velha, na região metropolitana de Vitória (ES). Segundo Eliane, que visitou o local, as celas foram interditadas porque havia muita sujeira, terra e até fezes no local. O calor intenso, a insuportável proximidade de dezenas de pessoas, o tempo todo e nenhum espaço. Isto é cadeia no Brasil. Nem as masmorras dos porões dos castelos medievais eram assim.

"A situação lá dentro é lastimável. Muita sujeira, lixo, água e fezes boiando. Enquanto escavavam, os presos foram juntando terra em duas celas. Um cano estourou e a água ficou represada no local. O resultado é realmente crítico", descreveu o delegado Mário Brocco para Eliane. Mais de 250 presos ocupam um espaço onde por lei só deveriam estar 36 pessoas. Presos também ocupam a recepção da unidade.

Nem mesmo os navios negreiros eram tão entulhados de gente. Não será dessa maneira que o Brasil vai ser resp…

Os três grandes problemas da Aldeia

Imagem
Hoje, a comunidade científica está cada vez mais inquieta com três grandes problemas que se avolumam e não têm solução à vista:

A Crise Social – Ela consiste no fosso cada vez maior entre ricos e pobres. Cerca de 20% dos mais ricos do mundo consomem 80% de tudo que se produz e, em seu consumo desmedido, poluem o planeta. Se cada pessoa que vive hoje no mundo quisesse viver conforme o padrão de consumo médio norte-americano, seriam necessários dois e meio planetas Terra.

A Crise do Sistema de Trabalho – A modernização tecnológica e a robotização dispensam cada vez mais a força do trabalho humano. O uso de alta tecnologia gera sempre mais desemprego e acumulação de riquezas nas mãos dos grandes empresários. Como resultado, temos pobreza endêmica, violência generalizada e apelo à contravenção como meios de sobrevivência. Vivemos uma guerra civil e o caos social.

A Crise Ambiental – Os recursos renováveis do planeta Terra estão chegando à exaustão. O ser humano se constitui no “câncer da T…

A república, a democracia e o voto

Imagem
Foto histórica da campanha pelas Diretas, em 1984. A luta desses políticos foi a porta de entrada para o retorno do direito do voto no Brasil, no dia 15 de novembro de 1989.

No dia 15 de novembro, o Brasil teve duplo motivo de comemoração. O primeiro deles é o dos 120 anos da Proclamação da República, embora nessas 12 décadas que se passaram ainda não conseguimos acabar com os principais males que motivaram o fim do Império e o início de um novo tempo na maneira de governar o Brasil. Como nos tempos do Império, velhas oligarquias continuam manejando as marionetes. Ainda é assim que grande parte do poder está nas mãos dos grandes proprietários de terras e dos que compram o poder com o seu dinheiro - muitas vezes amealhado justamente pelas facilidades que a proximidade com o poder dá.
Entretanto, a República trouxe a participação popular para perto do poder, mesmo que em 1889 ainda valesse a regra de que era necessário ter posses e ser homem para votar. Os ex-escravos, os meeiros, os oper…

Ser da paz é babaca

Imagem
Os defensores da sociedade armada em defesa da família uniram forças para defender o artigo do colunista Cézar Zillig, na última segunda-feira, na qual o escritor e médico defendeu a idéia de que a segurança depende do amplo acesso da população a armamentos, para se protegerem dos larápios e invasores de propriedade alheia. De quebra, Zillig criticou outro colunista do Jornal de Santa Catarina, colega seu, que tem defendido meios mais pacíficos de convivência.
Em resposta a Zillig, escrevi ao jornal uma manifestação, publicada na terça-feira: "O estimado colunista Cezar Zillig, sempre tão ponderado em sua coluna, acaba de anular o Estado Constitucional de Direito e instituir a república da justiça pelas próprias mãos, remetendo a humanidade de volta à Idade da Pedra. De minha parte, peço a Deus que nos livre de uma sociedade assim. Armas, só nas mãos da polícia e, mesmo ali, elas têm feito lambança demais."
Nos dias seguintes, diversas cartas e até um artigo de leitores deram …

A vida no escuro

Imagem
Todo mundo assustado com o apagão? Isso vai acontecer mais vezes? De quem é a culpa? Alguma coisa será feita para evitar que isso se repita? Essas são algumas das perguntas. Há muitas respostas. Umas querem apagar o fogo e outras jogam gasolina na fogueira. Mas o buraco, minha gente, é mais embaixo.

Em primeiro lugar, o Brasil não tem problema de geração de energia. O Brasil tem problema de transmissão da energia gerada. Por isso, esta reação em cadeia. Cai um poste na linha Paraná-São Paulo e começa uma sequência de dominó que ninguém sabe em que ponto do país vai parar. Todo o sistema está interligado e num emaranhado tão grande qual um novelo de lã que passou pela fanfarrice de um gatinho. Ninguém sabe de onde vem a energia consumida aqui, em São Paulo ou em Brasília. As usinas são todas ligadas num imenso emaranhado de fios e, quando cai uma delas fora, é o caos. Ainda mais se for Itaipu.

Em segundo lugar, isso é só o começo. Já faz um tempão que ninguém leva a sério os avisos que v…

O livre mercado não satisfaz

Imagem
Vinte anos depois da queda do muro de Berlim, a maioria das pessoas não está satisfeita com o capitalismo. A afirmação é resultado de um estudo britânico, realizado em 27 países, segundo o qual a melhor impressão sobre a economia de mercado ficou por conta dos americanos e dos paquistaneses.

De resto, a insatisfação com o capitalismo impera ao redor do planeta. O estudo da BBC de Londres foi divulgado no dia 9 de novembro. Segundo ele, somente 11% dos entrevistados em 27 países eram de opinião que o capitalismo, em sua forma atual, funciona bem. Para 27% a economia de livre mercado comete muitos erros – na França 43% pensam assim, no México 38% e no Brasil 35%. Em contrapartida nos EUA e no Paquistão um entre cinco estavam satisfeitos com a atual ordem econômica.

Tendo a pior crise econômica mundial da história recente como pano de fundo, 51% dos entrevistados é de opinião que o mercado precisa ser regulado com maior rigor. Em média 23% pensam que uma ordem econômica totalmente nova dev…

Die Mauer

Imagem
Die Mauer 1 - O mundo ficou pasmo no dia 9 de novembro de 1989. Os noticiários e jornais do mundo todo exibiam a euforia dos alemães da República Democrática Alemã-RDA, empoleirados sobre o até então intransponível muro de Berlim. O motivo da euforia era plenamente justificado. Acabava naquele dia uma das maiores "nações-cadeia" da história humana. Na prática, acabava ali a Guerra Fria. Com o fim do muro e o posterior desmonte da Cortina de Ferro, acabava também a União Soviética. Uma nova era na história humana estava sendo lançada naquele momento de alegria infantil, de gente pulando sobre o muro e abraçando estranhos como se fossem familiares.
Vinte anos depois, a nação alemã reunificada celebra - já não tão eufórica - a lembrança daquele dia. É que a República Federal da Alemanha-RFA pagou a conta dessa unificação. O fim do muro, que praticamente caiu de maduro, custou caro à nação mais desenvolvida da Europa, afetando dramaticamente seu poder aquisitivo e seu poderio eco…

Olho por olho

Imagem
A resposta dos EUA ao ataque que derrubou as torres gêmeas de Nova York, em 11 de setembro de 2001, veio. E na forma que já se poderia adivinhar: com mais armamento. Um monumento no lugar dos prédios derrubados já não tem mais necessidade de ser. Ele já existe.
A marinha americana apresentou, na semana passada, seu mais novo navio militar, o USS New York. A sua poderosa carcaça é feita de aço. Uma pequena parte, porém, contém um tipo de aço muito simbólico: sete toneladas do aço que sobrou das torres gêmeas derrubadas no dia em que o orgulho americano foi ao chão.
Ele foi apresentado publicamente em Nova York. Em terra, policiais, militares e muitos parentes das vítimas do atentado, admiraram o mais novo símbolo nacional de superação de uma tragédia, com direito a salva de canhões em homenagem às quase três mil vítimas mortas nas torres gêmeas.
É uma homenagem, sim. Mas é também uma resposta à altura e no grau exato de belicosidade americana. Não há espaço para a paz quando a homenagem …

O mundo marcha pela paz

Imagem
Iniciou no dia 2 de outubro e deve terminar no dia 2 de janeiro a primeira Marcha Mundial pela Paz e pela Não-Violência. A Marcha foi lançada durante o Simpósio do Centro Mundial de Estudos Humanistas no Parque de Estudo e Reflexão Punta de Vacas (Argentina), em 15 de novembro de 2008.
O objetivo dos organizadores é criar consciência frente à perigosa situação mundial que atravessamos, marcada pela grande probabilidade de conflito nuclear, pelo armamentismo e pela violenta ocupação militar de territórios.É uma proposta de mobilização social sem precedentes, impulsionada pelo Movimento Humanista através de um de seus organismos, o Mundo sem Guerras.
Em poucos meses, a Marcha Mundial já teve a adesão de milhares de pessoas, agrupações pacifistas e não-violentas, diversas instituições, personalidades do mundo da ciência, da cultura e da política, sensíveis à urgência do momento. Também inspirou uma grande diversidade de iniciativas em mais de 100 países, configurando um fenômeno humano em …

Uma mulher à frente dos luteranos alemães

Imagem
Margot Kässmann é uma mulher de fibra. Admirada e respeitada, ela é pastora luterana e bispa da sua igreja territorial da Baixa Saxônia, na Alemanha. Suas opiniões firmes e bem-fundamentadas têm tido cada vez mais ouvidos atentos em todo o mundo. Criticada no início, por ter abertura ecumênica e social e inovar no exercício do ministério pastoral, ela foi conquistando admiradores e o respeito dos adversários a ponto de ser escolhida Mulher Alemã do Ano, em 2006. Na presidência da sua igreja territorial, ela estendeu a mão em direção à Igreja Católica e disse que, apesar das diferenças, há mais pontos em comum do que questões que separam as duas confissões. Também referiu-se aos temas sociais, como a política de asilo, a pobreza, o cuidado das crianças, dos idosos e dos doentes. Comentou abertamente as dificuldades pelas quais passou na sua vida pessoal, de modo especial o divórcio e a luta contra um câncer (http://www.alcnoticias.org/).
Agora, no dia 25 de outubro, aos 51 anos, ela torn…

Um Novolhar sobre a Bíblia

Imagem
Já está circulando a edição número 30 (novembro e dezembro de 2009) da revista Novolhar. Até parece mentira, mas já foi divulgado um bocado de informação ao longo das mais de 1200 páginas já publicadas. Foi enriquecedor ter participado desta caminhada.
O tema da edição de número 30 da nossa revista é a Bíblia. Diversos especialistas debruçam-se sobre o texto maior da fé dristã e o dissecam sob diversos ângulos. Os autores revelam como surgiram os escritos bíblicos a partir de relatos transmitidos oralmente por gerações e como foi formado o cânone da Bíblia que chegou aos nossos dias com o título de Bíblia Sagrada. Você também fica sabendo como o texto bíblico é alvo dos mais diversos abusos e distorções e fica sabendo que no Brasil está a maior gráfica da Bíblia de todo o mundo, em Barueri, na sede da Sociedade Bíblica do Brasil.
A Novolhar número 30 também aborda outros assuntos, como os 120 anos da República, as maiores religiões do mundo, os 100 anos de existência dos albergues da ju…

Mais uma lição básica aos humanos

Imagem
Mais uma lição do mundo animal para os humanos, que pouco conseguem dividir. A foto da Agência EFE, vinda da Tailândia e divulgada no Terra, mostra um filhote de macaco de três meses se segurando nas costas de um cão, perto do templo budista de Tung Luang, na província de Chiang Mai, na Tailândia. O indefeso filhote órfão foi adotado pelo vira-latas, depois que a mãe do macaco foi morta por caçadores. Os dois dividem a comida e a água que recebem das pessoas na rua.

Advento é em dezembro!

No domingo passado fui surpreendido com um guindaste da Prefeitura de Blumenau enfeitando a Rua das Palmeiras para o Natal. Para o Natal? Sinceramente, não me senti empolgado com a ideia da chegada do natal. Outubro ainda não terminou, falta todo o mês de novembro e, somente então, começa o mês com os quatro domingos de Advento, tradicionalmente de preparativos para o Natal. No shoping também já estão bem adiantados os "enfeitamentos" natalinos.
Me faz lembrar uma densa campanha da Igreja Evangélica na Alemanha, iniciada por esta época no ano passado. "Advent ist in Dezember", era o mote da campanha. Talvez, devêssemos adotá-la por aqui também. Mas a sanha de lucro do capitalismo não tem limites. Senhores comerciantes: "O Advento começa em Dezembro"! Dá para respeitar isso? A vida é mais do que lucro a qualquer preço.

Parabéns, IECLB!

Imagem
Hoje é um dia muito especial para o mundo luterano brasileiro. No dia 26 de outubro de 1949, há 60 anos, a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil-IECLB tornava-se uma organização nacional, unificando os sínodos, paróquias e comunidades luteranos de norte a sul do Brasil. Seis décadas nos separam desse feito, que, visto desta distância, nem parece tão relevante assim.
Entretanto, um demorado processo ecumênico, no mais autêntico sentido desta palavra, possibilitou o feito. Uma verdadeira conquista, em termos de unificação. Várias tradições oriundas da Reforma do século 16 conseguiram entender que era hora de unificar as trilhas (syn-hodós) que cada uma delas havia aberto carinhosamente em vários pontos do território nacional, mormente aqueles marcados pela imigração alemã e pomerana.
Dentro do cenário religioso cristão brasileiro, a IECLB é uma igreja pequena, sem dúvida. Pouco mais de 750 mil brasileiros estão ligados à sua tradição confessional.
Mas a IECLB tornou-se uma in…

A difícil arte do respeito à diversidade religiosa

Imagem
Estudiosos, professores e representantes de diversos países da América Latina participaram ontem à noite, em Blumenau, no auditório do Viena Park Hotel, da solenidade de abertura do I Seminário Internacional Culturas e Desenvolvimento. O encontro, que se estende até sábado, abriga também o V Seminário Catarinense de Ensino Religioso. Organizado pela FURB-Universidade Regional de Blumenau, com participação da Associação de Professores de Ensino Religioso de Santa Catarina e diversas outras entidades, discute o tema Culturas e Diversidade Religiosa na América Latina - Pesquisa e Perspectivas Pedagógicas.
A importância do debate do encontro foi cravada já na apresentação pelo Dr. Roberto Araújo, assessor de Direitos Humanos da Presidência da República, ao quantificar que a Secretaria Especial de Direitos Humanos registra, entrementes, nove matrizes religiosas, que se dividem em 181 religiões em território brasileiro.
Segundo Araújo, os problemas de desrespeito por motivos religiosos estão…

Diminuição do desperdício acabará com a fome

Imagem
O número de famintos do mundo aumentou em 150 milhões em 2009, ultrapassando 1 bilhão de pessoas, ou um sexto da humanidade. O problema, entretanto, não é a falta de comida, que está até sobrando e sendo desperdiçada. O problema é a falta de vontade política para resolver e a má distribuição dos alimentos. A Organização da ONU para Agricultura e Alimentação (FAO) já dizia isso há 20 anos.

Como a pobreza é o principal causador da fome, esta diminui em países que empreendem políticas capazes de gerar empregos e renda. Em contrapartida, onde há ditaduras e despotismo, há fome e morte por inanição.

Em 2007 e 2008, os alimentos estavam extremamente caros, provocando o aumento da fome. Quando os preços começaram a baixar novamente, a crise financeira internacional provocou um colapso das exportações, reduzindo a renda dos países produtores. Secas e más colheitas causadas pela mudança climática completaram o quadro de carestia.

Segundo os especialistas, entretanto, hoje se produz alimentos dema…

Um Nobel para a gestão comunitária

Imagem
Uma das principais batalhas dos nossos estimados ambientalistas locais é impedir a todo custo que parte da Reserva do Itajaí seja anexada à reserva indígena Duque de Caxias, que passa por um doloroso processo de redemarcação. Alegam que a reserva ambiental em mãos dos indígenas vai acabar trazendo prejuízo à mesma, preferindo tudo sob a paquidérmica tutela do Estado.
A ganhadora do Prêmio Nobel de Economia de 2009 acaba de receber o prêmio justamente por provar o contrário. Trata-se da professora Elinor Ostrom (foto), de 76 anos, da Universidade de Indiana (EUA), doutora em ciência política e pesquisadora em gestão de recursos por comunidades. Ela dividiu o prêmio com Oliver Williamson, de 77 anos, professor da Universidade da Califórnia e doutor em economia. Ele estuda tomadas de decisão em empresas.
O trabalho de Elinor Ostrom derruba a tese de que, quando as comunidades administram recursos ou bens finitos, acabam destruindo tudo, e que é melhor um controle centralizado ou a privati…

Baleiro, paz é possível, sim!

O texto de Zeca Baleiro na última página da IstoÉ sempre atraiu minhas primeiras curiosidades. Nesta semana, entretanto, ele me entristeceu (http://www.terra.com.br/istoe/edicoes/2083/artigo153658-1.htm). Um diálogo azedo com um imaginário defensor da Marcha Pela Paz no Ibirapuera o faz condenar a empolgação dos pacifistas, que classifica de interessados em promoção ao participarem da referida, dizendo que os homens não nasceram para a paz, mas para a guerra.
Baleiro, uma das mais belas conquistas do pós-guerra é a busca pela paz como um objetivo platônico e real. Não há interesse em aparecer, mas em dignificar o ser humano como alguém que quer, sim, e pode, de fato, construir paz. A paz não é um atributo dos humanos, mas é uma utopia legítima, pela qual vale a pena lutar. Ela pode e deve ser construída, arduamente, no dia-a-dia, desde a mais tenra idade de cada pequeno ser da humanidade.
Pelo amor de Deus, Baleiro, ajude a salvar a humanidade de sua própria ruína. Com a influência que …

Um Jesus para o Século 21

Imagem
Você quer uma coleção de imagens que atualizam a mensagem de Jesus Cristo para os nossos dias? Então conheça esta obra de arte, publicada há cerca de um mês. Obrigado, Valdim, por esta dica preciosa. Compartilho com os visitantes do Blog. Desde o início do Cristianismo, é comum o uso de imagens para passar os ensinamentos do Evangelho. O que o fotógrafo da moda Michael Belk fez foi trazer Jesus para circunstâncias da modernidade. As fotos estão publicadas no site Journeys with the Messiah. Clique no link: http://www.thejourneysproject.com/. Vale a pena deixar que as fotos falem conosco. Para ajudar na reflexão, elas têm uma pequena mensagem (em inglês) ao lado de cada uma, com referência bíblica.

Um prêmio antecipado

Imagem
Até Obama ficou surpreso com a escolha do Comitê do Prêmio Nobel da Paz. O mundo ficou entre estupefato e conformado. “Bem, até que ele iniciou vários esforços pela paz e falou muito no assunto”. Mas a verdade é que não há muita coisa para ser colocada na balança, ainda. Foi um prêmio antecipado? O próprio comitê justificou assim: “é um estímulo”. Ou seja. Obama deve continuar na trajetória que iniciou.
Mas a verdade é que os marines continuam no Iraque e no Afeganistão; Guantánamo continua em funcionamento; a redução de armas nucleares continua uma simpática retórica; o discurso ao mundo muçulmano fez sucesso, mesmo, só no Ocidente; o Irã continua na lista negra dos que mereciam uma guerrinha; os EUA continuam sendo, de longe, a maior potência bélica da face da Terra...
Para um incansável militante pela paz no mundo, ainda faz falta uma lista mais, digamos, convincente.
Quiçá, a intenção do Comitê do Nobel se transforme em obstinação e que a paz ocupe o topo da lista das atribuições …

Camisinha contra estupradores

A sul-africana Sonette Ehlers desenvolveu um instrumento perfeito para inibir o alto índice de estupros em seu país. Trata-se de uma camisinha feminina especial, que inibe a ação dos agressores: a Rape-aXe. A inventora atua há vários anos com vítimas de abuso sexual e a frase de uma dessas vítimas a inspirou: “Eu gostaria de ter dentes lá embaixo”.
A ideia de uma vagina que morde sempre aterrorizou os homens. Tanto é assim que, logo depois que ela apresentou a sua invenção numa cidade, o índice de estupros caiu a zero por três meses. “ homens ficaram com medo de que você tivesse deixado algumas dessas camisinhas por aqui”, disse-lhe o chefe da polícia local.
O medo se justifica, pois cometer estupro em uma mulher que esteja usando a tal camisinha tem consequências devastadoras para o agressor. Na hora em que ele tentar tirar o pênis, centenas de farpas perfuram a pele e a camisinha sai junto, só podendo ser retirada em um procedimento cirúrgico.
Feita de látex e plástico, as farpas são c…

Ver e emudecer

Este filme foi premiado num festival de curtas, na Alemanha.
http://www.cultureunplugged.com/play/1081/Chicken-a-la-Care

O suco de laranja mais barato do mundo

Imagem
Depois que os “arruaceiros” do MST deixaram a fazenda da Cutrale, calcula-se em R$ 3 milhões o prejuízo deixado. Segundo a Folha, “a Cutrale, defendida com veemência por deputados e senadores depois de ter visto um de seus laranjais destruído pelo MST, injetou R$ 2 milhões em campanhas de congressistas nas eleições de 2006”.

Portanto, esse prejuízo não deve ser um grande problema para eles. Na verdade, esses pés derrubados e os tratores demolidos vão dar muito lucro. Eles deram a deixa para completar a lista de assinaturas para instaurar a CPI da Terra. A bancada dos “ruralistas” tem quórum... e muitos hectares... e muito poder de persuasão... e apoiadores do peso da Cutrale... e, agora, o argumento perfeito.

Por que criminalizar os movimentos sociais? Qual é o jogo por trás disso?

A Sucocítrico Cutrale Ltda. é de propriedade da família Cutrale, oriunda da Sicília, sul da Itália, há muitos anos. A revista Veja (!) publicou matéria em maio de 2003, segundo a qual “o brasileiro José Luís C…

Valores?

Imagem
Hoje pela manhã, caminhando pela cidade, chamou-me a atenção um carro-forte, desses blindados e armados até os dentes, sendo acompanhado por duas viaturas da Polícia Militar. "Deve estar transportando muitos valores", pensei comigo.
Mas que valores? Nessa sociedade demente, que erguemos com o suor nosso de cada dia, os únicos valores são aqueles que podem ser transportados num carro-forte.

O Povo Xokleng-Laklãno pede socorro

Imagem
As duas fotos mostram a represa (quando estava vazia) e o vertedouro da Barragem Norte.

Chegou às minhas mãos, por e-mail do pastor Ari Käfer, um grito desesperado. Como coordenador do grupo de apoio à missão indígena em Santa Catarina, da Igreja Luterana, eu não posso deixar de reverberar este grito neste gramofone.
O grito vem do povo Xokleng, em José Boiteux. A chuva não dá tréguas no sul do Brasil e, para o conforto dos brancos do baixo Vale do Itajaí, foram construídas três barragens para conter as águas da chuva e nos livrar das cheias. Uma dessas barragens fica dentro do lugar que os brancos reservaram para este sofrido povo indígena (a Reserva Duque de Caxias). Outrora a nação Xokleng-Naklãno reinava soberana pelas paragens onde hoje viceja o nosso "progresso" branco.
Esta barragem é uma garantia para nós e uma tragédia para os "reservados". Quando as comportas se fecham, forma-se um imenso lago na área indígena, que divide as diferentes aldeias, que ficam i…

Obrigado, Mercedes

Imagem
Para muito além de Gracias a La Vida,
Viveste teu talento para cantar o nosso povo,
Suas tradições, amores, sonhos e tormentos,
Angústias, temores e esperanças.
Tua voz maravilhosa falou aos poderosos
Sobre a vida sofrida e rica da nossa gente comum.
Obrigado, Mercedes, por teres sido a nossa voz.
Por emprestares teu talento à nossa boca muda;
Por teu encorpado canto, que nossa dor desnuda.
Em tua garganta, nosso lamento tornou-se esperança.
Tornaste nossas canções ainda mais belas, inesquecíveis.
Partiste depois de hercúlea luta,
Mas teu talento continua brilhando,
Como o sol da manhã que anunciaste,
No outrora pálido horizonte da América.
Obrigado, Mercedes!
Por teres sido a nossa voz
E por nos animares a continuar erguendo a nossa própria. Agora temos voz, porque não calaste a tua...