Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

Vem aí um novo cacique no topo do mundo

Imagem
Shanghai e o porto de Yangshan

O tigre asiático cresceu na surdina nas últimas décadas. Hoje, os Estados Unidos assistem, completamente impotentes, o seu primeiro lugar na economia sendo lentamente tomado pela China, o que deve ocorrer inevitavelmente até 2025. As autoridades chinesas anunciaram, nesta sexta-feira, que a sua economia superou o segundo colocado, que é o Japão. As projeções para o primeiro quarto do século 21 não são chinesas, mas do Banco Mundial, do Goldman Sachs e de outros economistas.

Já no ano passado, a China passou bem perto de ultrapassar o Japão no ranking mundial da economia. Crescendo 11.1% no primeiro semestre de 2010 sobre igual período do ano passado, a ultrapassagem foi um passeio. O ritmo vem acelerado, com média de 9,5% ao ano, desde que adotou reformas de mercado em 1978.

Para resumir a história, enquanto os EUA mergulhavam de cabeça na pendenga com a União Soviética, nos anos 1970 e 1980, a China, na mais absoluta surdina, fazia a terraplanagem do terr…

Um show religioso muito indigesto

Imagem
A Igreja Católica se enreda cada vez mais em atitudes controvertidas e discutíveis. Segundo a Associated Press, os fiéis que quiserem ver Bento XVI de perto durante a sua visita ao Reino Unido em setembro, terão que pagar para participar dos dois eventos públicos em que o papa deve aparecer. Agora virou show. Pela primeira vez, se cobra para ver o líder máximo da igreja, como se fosse um pop-star.

A cerimônia da beatificação do cardeal John Henry Newman em Birmingham tem 700 mil ingressos disponíveis, ao custo de 25 libras, o equivalente a R$ 68,80. Por si só, esta beatificação é um tapa na cara da Igreja Anglicana, uma vez que o beatificando foi anglicano e converteu-se ao catolicismo.

Não só por isso, a visita de quatro dias do papa pela região tem provocado muita oposição. Centenas de britânicos assinaram petições contra a presença de Bento XVI após os escândalos de pedofilia na igreja. João Paulo II foi o último papa a visitar a Inglaterra, em 1982.

A impressão que deixamos é única

Imagem
Cada um de nós tem um modelo único de minúsculas linhas nos dedos, que nos diferenciam uns dos outros de maneira inconfundível. Não há possibilidade de que tais linhas se repitam em outra pessoa, mesmo daqueles que já morreram ou dos que ainda irão nascer. Todas as pessoas podem ser diferenciadas umas das outras por meio da sua impressão digital. Nem mesmo uma cicatriz pode alterar a configuração original da identificação exclusiva de cada um.

Essa intuição já existia no século 14, na Pérsia, onde já havia papéis que tinham a assinatura e a impressão digital como forma de identificação. Mas o dia 28 de julho de 1858 ficou marcado no calendário como o dia em que um funcionário britânico adotou o método pela primeira vez para identificar os funcionários de uma empresa em Calcutá, na Índia. Era sir William Herschel, que já não suportava mais ter mais funcionários na fila do pagamento do que a empresa tinha nos registros. Todos os meses era o mesmo suplício. Com a identificação pela impres…

O Haiti de Eli

Imagem
Você foi ao cinema para ver O Livro de Eli? Não viu? Vai à locadora para pegar o DVD? Então, enquanto você assiste às cenas apocalípticas com Denzel Washington, lembrando as profecias do profeta bíblico, lembre do Haiti. O terremoto transformou o país mais pobre das Américas num cenário igual ao do filme. A mídia mostrou, comentou, fez documentários e exibiu para quem quisesse ver. Depois, vieram outras histórias, que vendem mais jornais, mantêm as equipes de reportagem ocupadas e despertam a comoção planetária. Mas o Haiti, pobre Haiti... Lá tudo continua como há seis meses. Os entulhos nas ruas, a cidade devastada, montanhas de lixo acumuladas, pessoas morando como ratos em tocas, falta tudo em todos os lugares. O caos absoluto, apocalíptico, insano... Mas o mundo não toma mais conhecimento...
Enquanto você olha O Livro de Eli, lembre-se do Haiti...

Evita, um dos grandes mitos do século 20

Imagem
No dia 26 de julho de 1952 morria Eva Perón. Depois de um intenso sofrimento por causa de um câncer uterino, a “Mãe dos Descamisados” morria aos 33 anos, causando uma comoção nacional jamais vista na América Latina. Seu velório durou 14 dias, em Buenos Aires, sendo acompanhado por milhares de argentinos que se comprimiam nas ruas e praças para se despedir dela.

Seu corpo foi embalsamado e foi exposto para visitação pública até 1955, quando Perón foi derrubado do poder pelos militares, e o corpo de Evita foi roubado e enterrado em Milão, na Itália. Dezesseis anos mais tarde, ele foi exumado e transladado para a Espanha, onde Perón vivia no exílio, sendo entregue a ele. Seu corpo parecia uma boneca de porcelana, tão bem-feito havia sido seu embalsamamento. Em 1973 Perón retornou à Argentina e foi reeleito presidente, agora casado com Isabelita Perón, que trouxe o corpo de Evita de volta à Argentina e o sepultou no cemitério da Recoleta, no mausoléu da Família Duarte.

O túmulo de Evita é v…

Não temos vergonha dos nossos muros

Em 1986 – lá se vão vinte e quatro longos anos! – eu estive pela primeira vez diante do muro de Berlim; cruzei o muro de Berlim; senti o clima de terror da Stasi à espreita nas ruas de Berlim Oriental permitidas para visitação dos turistas; ouvi um alemão oriental fugitivo dando depoimento no Check-point Charlie; senti o gelo subindo a espinha na hora de enfrentar a verificação do passaporte para voltar a Berlim Ocidental...

Dois anos depois, estive diante da Cortina de Ferro – mais de 1,7 mil quilômetros de cerca dupla, com minas terrestres e mais Stasi em torres de observação, espiando para o ocidente com metralhadoras em punho –, na região de Fulda. Em 1988 também estive em Dresden-Radebeul com a minha família, por uma semana, visitando primos da minha avó materna, com um carro alemão. O passaporte brasileiro facilitou algumas coisas, mas, um ano antes da queda da cortina de ferro, a Stasi virou aquele Monza do avesso antes de nos deixar seguir de volta para o Ocidente... Se alguém …

Luteranos pedem perdão aos menonitas

Imagem
A Federação Luterana Mundial (FLM), reunida em assembleia geral em Stuttgart-Alemanha, pediu perdão aos menonitas pela sangrenta perseguição no século 16. A pequena Igreja Menonita é o ramo principal dos herdeiros do movimento anabatista. Os cristãos luteranos expressaram “dor e profundo lamento em vista da perseguição dos anabatistas por autoridades luteranas e, especialmente, que teólogos luteranos deram suporte à perseguição”, afirma a declaração aprovada por unanimidade pela 11ª Assembleia Geral em Stuttgart.

A União Mundial dos Menonitas aceitou a oferta de reconciliação. Especialistas em ecumenismo classificaram a decisão dos luteranos como um acontecimento significativo para a história eclesiástica.

Os luteranos pedem perdão “a Deus e aos nossos irmãos e irmãs menonitas pelo sofrimento que os nossos antepassados impuseram aos anabatistas no século 16”. Lamentam também que durante os séculos seguintes tais atos de perseguição foram esquecidos e ignorados ou, em muitos caos, o movi…

Uma garrafa de sucata

Imagem
A Shalmor Avnon Amichay/ Y&R Interactive Tel Aviv usou 80 carros e 15 toneladas de metal retorcido para montar uma torre de 20 metros de altura em formato de garrafa. A escultura foi colocada à margem de uma rodovia, para alertar para os riscos de dirigir alcoolizado.

Consumo, logo existo!

Imagem
Hoje reproduzo um texto magistral de Frei Beto. Deixo-o à sua apreciação, sem maiores comentários. Dedique alguns minutos do seu dia e, depois, tente refazer o seu jeito de viver. Confesso que, diante da magia das vitrines sedutoras, muitas vezes tenho me sentido como um rato seguindo o flautista mágico. A gente vai na onda. Se deixa levar... Na verdade, precisamos de tão pouco para ser felizes... Ao texto do Frei!

“Ao visitar em agosto a admirável obra social de Carlinhos Brown, no Candeal, em Salvador, ouvi-o contar que na infância, vivida ali na pobreza, ele não conheceu a fome. Havia sempre um pouco de farinha, feijão, frutas e hortaliças. “Quem trouxe a fome foi a geladeira”, disse. O eletrodoméstico impôs à família a necessidade do supérfluo: refrigerantes, sorvetes etc.

A economia de mercado, centrada no lucro e não nos direitos da população, nos submete ao consumo de símbolos. O valor simbólico da mercadoria figura acima de sua utilidade. Assim, a fome a que se refere Carlinhos …

Preconceito não combina com democracia

Imagem
“Se você não é da raça branca, este site não é para pessoas como você. A IKA odeia negros, hispânicos, asiáticos e judeus”. Quem acessa o site do “Klans Imperiais da América” dá de cara com esta mensagem. Assim funciona a cabeça desse pessoal, em pleno século 21. O grupo é apenas um dos muitos herdeiros modernos da organização racista cristã Ku Klux Klan (KKK), que atua nos EUA desde 1860. Sua atividade começou na década de 1920, promovendo a perseguição a negros e imigrantes, queimando cruzes e vestindo capuzes brancos.

Sob a proteção da Constituição Americana, que garante liberdade irrestrita de expressão – a KKK ampliou o leque do seu ódio e prega a superioridade da “raça branca cristã” sobre negros, judeus, homossexuais e imigrantes em geral. Novos grupos inspirados na KKK crescem nos Estados Unidos em pleno século 21. De acordo com levantamento do Southern Poverty Law Center (SPLC) – organização americana que monitora os chamados “grupos de ódio” – o número de organizações do tipo…

Fato real eternizado

Imagem
O acidente real e sua reprodução no Mundo do Vapor, em Gramado.

Um acidente real, ocorrido na estação ferroviária de Montparnasse, em Paris-França, no dia 22 de outubro de 1895, é fielmente reproduzido num dos locais preferidos para as fotos, em Gramado, na Serra Gaúcha, o Mundo do Vapor, um museu ferroviário em Gramado. O acidente de Paris causou somente uma morte, de uma mulher que andava na rua no momento em que o trem atravessou a espessa parede da estação ferroviária e caiu com o pesado nariz de ferro no meio da rua abaixo da estação. Existe outra reprodução fiel desta cena, num museu da África do Sul. Apesar de o acidente ter sido causado pela falha dos freios do trem, o foguista foi multado em 25 francos e o maquinista em 50 francos.

A primeira tampa que "funciona"

Imagem
Fecha-se o vazamento no fundo do mar, canaliza-se o óleo mortal, para que seja jogado na atmosfera do planeta depois, por meio de milhões de outros pequenos vazamentos que movem a economia do mundo...
Na noite passada, uma primeira notícia positiva veio do Golfo do México. A empresa petrolífera britânica BP disse que conseguiu interromper temporariamente o vazamento de petróleo, depois de quase três meses de tentativas decepcionantes. O anúncio foi feito logo após engenheiros terem fechado a última das três válvulas de um dispositivo colocado sobre o poço, a 1.500 metros de profundidade. A fase de testes deve durar 48 horas, durante as quais os engenheiros medirão a pressão sob a tampa instalada sobre o poço. Alta pressão significa que o procedimento está funcionando. Baixa pressão indicaria a existência de um vazamento em outro ponto.

Se os resultados dos testes forem positivos, o sistema será conectado a dutos, que direcionarão o óleo para navios na superfície. O mecanismo é temporár…

Um processo educativo sem palmadas

Imagem
Peça da excelente campanha da RBS: “O amor é a melhor herança; cuide das crianças” (2006)
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou ontem (14/07) uma mensagem apresentando ao Congresso um Projeto de Lei (PL) para abolir a prática de castigos corporais contra crianças. O ato marcou os 20 anos de vigência da lei 8.069, que instituiu o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A proposta foi encaminhada ao governo federal por organizações e pessoas físicas representadas pela “Rede Não Bata, Eduque”, com o objetivo de suprir lacunas existentes no ECA e criar mecanismos que garantam a integridade física e psicológica das pessoas com menos de 18 anos.
De acordo com a proposta, a definição de “castigo” passa a ser incluída no artigo 18 do Estatuto como “ação de natureza disciplinar ou punitiva com o uso da força física que resulte em dor ou lesão à criança ou adolescente”. Aqueles que infringirem a lei podem receber penalidades como advertência, encaminhamento a programas de proteção à…

Um estatuto que defende as crianças do nosso fracasso educacional

Imagem
O ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) está completando 20 anos de existência hoje (13 de julho). O documento é um marco dos direitos humanos no Brasil. Por causa dele, a mortalidade infantil reduziu em 58% no país e cerca de cinco milhões de crianças foram retiradas da vida antecipada de trabalho, que lhes roubava o direito de brincar e de serem crianças.

A insistência de muitos na redução da idade penal de 18 para 16 anos significa a declaração de fracasso na condição que tem a sociedade de educar os menores e de resolver satisfatoriamente a situação do menor infrator. Em vez de reeducar, muitos preferem vê-los mofando na cadeia. Em vez de buscar caminhos que realmente melhorem disciplina e aproveitamento escolar de crianças-problema, muitos preferem vê-las longe das escolas. Que sociedade somos nós, que negamos aos mais jovens o direito de aprender a ser gente?

Preferimos nossa hipocrisia moral e institucional, em vez de assumir nossa responsabilidade como educadores e educado…

Playboy fecha Playboy de Portugal

Imagem
A intenção da “Playboy” portuguesa era causar polêmica com a capa ilustrada por Jesus Cristo e uma mulher nua, mas a repercussão foi longe demais. A Playboy Entertainment anunciou, nesta quinta-feira, que vai rescindir o contrato com a versão de Portugal por causa da edição que homenageia o livro “Evangelho segundo Jesus Cristo”, de José Saramago.

“Não vimos nem aprovamos a capa e as fotografias do número de Julho da ‘Playboy’ Portugal. Trata-se de uma violação chocante das nossas normas e não teria sido permitida a publicação, se tivéssemos conhecimento antecipado”, declarou Theresa Hennessy, vice-presidente da Playboy, ao site Gawker.

A duração da versão portuguesa da revista foi curta. O primeiro número saiu em março de 2009, com a cantora Mônica Sofia na capa. (O Globo, 08/07/2010).

Le Ballon Rouge

Albert Lamorisse «Le Ballon Rouge» (1956) from radioelectron on Vimeo.
Esse filme de cerca de 30 minutos ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes em 1956. O diretor é Albert Lamorisse, que conta a história de um menino que "liberta" e cativa afetivamente um balão vermelho nas ruas de Paris. Cinema puro, quase sem palavras. Lindo.

Parabéns, Ringo Starr!

Imagem
Este é o ano que insiste em nos trazer de volta à lembrança a mais espetacular década do século 20, os anos 1960 e, de modo especial – como não poderia deixar de ser – , a mais emblemática banda de todos os tempos: The Beatles.
Não tem como não lembrar deles. Neste verão europeu, faz 50 anos que a banda iniciou a sua trajetória com a formação mais conhecida, com John, Paul, George e Ringo, na cidade de Hamburgo-Alemanha. Depois de uma década da mais estonteante carreira de uma banda em todos os tempos, 2010 lembra que em abril fez 40 anos que a banda acabou. Uma briga monumental, no ano de 1970, durante as gravações do White Album (Álbum Branco), pôs fim à banda.
E hoje, exatamente no dia 7 de julho, o mais bonachão do grupo, Ringo Starr, completa 70 anos. É o primeiro beatle a chegar aos 70 anos. A lembrança volta, forte e morna, como se tudo aquilo tivesse acontecido ontem.
Depois de quatro décadas sem os Beatles, tem-se a nítida impressão de que a banda jamais acabou. Uma dispendios…

Um mapa impressionante

Imagem
O telescópio europeu Planck, que foi lançado em maio do ano passado, é o maior experimento de cosmologia da última década. Os primeiros resultados do seu trabalho de mapeamento do universo já começam a aparecer. Ontem (5) os cientistas ligados ao projeto apresentaram esta imagem, o primeiro mapa celeste completo da radiação cósmica de fundo, a luz mais antiga do Universo.

A imagem mostra a Via Láctea como uma linha brilhante atravessando horizontalmente todo o centro do mapa. Acima e abaixo dessa linha, podem ser vistas grandes quantidades de pontos amarelos na Via Láctea, acima e abaixo dela, representam gás e poeira cósmicas. Não são estrelas, pois o telescópio não registra luz visível, mas radiação cósmica. A maior parte dessa radiação originou-se 380 mil anos após o Big Bang, quando a matéria havia se resfriado o suficiente para que a formação de átomos fosse possível. Antes disso, o cosmos era tão quente que matéria e radiação estavam acopladas, e o Universo era opaco.

Um dos princ…

Rodeio 12, espaço de musculação cerebral

Imagem
O pastor Meinrad Piske idealizou e concluiu Rodeio 12
Cheia de boas recordações foi a festa dos 25 anos do Centro de Eventos Rodeio 12, ontem. Mais de cem mil pessoas passaram pelos registros da casa durante este tempo, participando de encontros, seminários, cursos e eventos de diversas envergaduras. As homenagens principais, como não poderia deixar de ser, foram para o pastor Meinrad Piske e esposa, que sonharam, planejaram e concretizaram o Lar, e o timboense Alidor Pieritz, homenageado ao lado da esposa, que coordenou os trabalhos de implantação do complexo em Rodeio 12 por 17 anos.
Piske sonhou em reproduzir no Brasil a experiência das academias alemãs. "Um dos motivos pelos quais essa ideia não emplacou, é que os jovens riam de nós com um nome desses, pois na opinião deles a academia é lugar de fazer ginástica". O espantoso número de 100 mil registros, entretanto, comprova que, do nosso jeito brasileiro, não passamos longe deste objetivo inicial.
Conheci o fantástico traba…

Não volte as costas para os direitos humanos

Imagem
Uma nova campanha da Anistia Internacional, de conscientização sobre os direitos humanos, tenta, mais uma vez, nos atingir em nossa displicente indiferença. Criada pela agência de publicidade neozelandesa Colenso BBDO, a campanha é composta de três peças idênticas, das quais você pode ver uma aí, na imagem acima. "Ignore us, ignore human rights" (Ignore-nos, ignore os direitos humanos) é o mote da campanha, que não carece de nenhuma palavra explicativa.
Ela aponta diretamente para o desrespeito que é a nossa indiferença ao sofrimento imposto a milhares de homens, mulheres e crianças mundo a fora. Tortura, assassinato, desaparecimento, cerceamento das liberdades, humilhação... a lista é gigantesca. E nós, no conforto dos nossos lares e do pleno gozo dos nossos direitos, dizemos que defender os direitos humanos é defender bandidos. Não vire as costas você também. Comece visitando o site da Anistia Internacional (http://www.br.amnesty.org/). Conheça as intermináveis histórias de…