Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012

Paz ameaçada na Europa

Imagem
Os grandes institutos de pesquisa para a paz vêem na crise financeira uma ameaça para a estabilidade da União Europeia. “A crise é uma ameaça para a paz na Europa”, afirma Margret Johannsen, do Instituto de Hamburgo para a Pesquisa para a Paz e Política de Segurança, no dia 22 de maio, em Berlim.

Os pesquisadores acusam os governos da UE de proteger os bancos enquanto submetem países inteiros a um duro regime de privações econômicas, colocando toda a Europa sob um dramático regime de pressão por poupança, forçando os países mais fracos a uma recessão absurda e à desconstrução de um estado social.

Segundo Johannsen, reina uma “absurda falta de solidariedade”, especialmente dos economicamente bem-sucedidos estados do norte contra os do sul do continente. Em nome da paz, uma mudança nessa política financeira é urgente.

Outro ponto crítico para o futuro da paz na Europa é a política de migração. A Europa está se fechando, inclusive para um trabalho de maior cooperação com os países da ch…

De “baianos” a “bolivianos”

Imagem
A maior cidade do Brasil, sempre na vanguarda em tudo, também tem um triste protagonismo no que se refere ao preconceito. Na segunda metade do século 20, o termo “cabeça chata” era parte de um vocabulário discriminador e generalizador para referir-se a qualquer migrante oriundo do Nordeste brasileiro. Na época, o bullying racial voltado contra os nordestinos era resumo de uma série de adjetivos: lento, vagabundo, burro, incompetente; sempre para enaltecer uma suposta aptidão paulistana ao trabalho e ao sucesso individual.

Agora o alvo mudou, mas o preconceito continua o mesmo. Com a mudança da economia fazendo muitos nordestinos voltarem às suas origens em busca de melhores oportunidades na terra da qual outrora tiveram que retirar-se, a nova força trabalhadora é formada por uma crescente comunidade latino-americana. Destaque neste novo grupo de trabalhadores semi-escravos são os bolivianos. O rosto andino, de descendentes do outrora orgulhoso e poderoso povo Aimara, a cor escura da…

Ensino, um negócio que rende mais do que o ouro

Imagem
Por que a educação no Brasil vai mal? Há diversos motivos que podem ser apontados. Particularmente, penso que há dois abismos impedindo o Brasil de chegar ao outro lado e se instalar entre as nações “bem educadas”.

O primeiro abismo é o ensino público. Ele dá certo em muitos países, mas não deslancha no Brasil. Um bom exemplo disso é a Noruega, onde até os filhos da família real estudam em escolas públicas, são muito bem educados e se orgulham disso. Por aqui, não tem jeito. Há um ralo por onde escapa qualquer sonho ou projeto de alterar o quadro no sentido de melhorar a educação dos brasileiros e das brasileiras: a corrupção.

O segundo abismo é o ensino privado. No Fundamental e no Médio, escolas comunitárias têm se destacado na formação das elites, plastificando dramaticamente a formação dos líderes da nação. Mas é cada vez maior o número de diretores de escolas privadas cujo maior atributo conceitual é o da visão empresarial. E nesse espaço cabe somente o conceito do lucro.

O d…

O brasil é sétimo em feminicídios

Imagem
Com uma taxa de 4,4 homicídios para cada 100 mil mulheres o Brasil ocupa a sétima posição dentre 84 países analisados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) no período compreendido entre 2006 a 2010. Em primeiro lugar aparece El Salvador, com 10,3 homicídios para cada grupo de 100 mil mulheres, seguido por Trinidade y Tobago e Guatemala, com 7,9, Rússia, 7,1, Colômbia, 6,2, e Belize, com 4,6.

Em 30 anos, de 1980 a 2010, foram assassinadas 91,9 mil mulheres no Brasil mostra o documento Mapa da Violência 2012, elaborado pelo Instituto Sangari, de São Paulo. Os femicídios acontecem geralmente na esfera doméstica, quase a metade dos crimes é perpetrada pelo parceiro ou ex-parceiro da mulher.

Outro relatório, sobre o Peso Mundial da Violência Armada, revela, no capítulo “Quando a vítima é uma mulher”, que os altos níveis de feminicídio vão acompanhados, frequentemente, de elevados níveis de tolerância da violência contra as mulheres e, em alguns casos, resultam dessa intolerância.

Um dad…

O velhinho do megafone

Imagem
Estamos às portas da Rio+20, uma conferência com pose de mudar o mundo, melhorando a relação entre a humanidade e o planeta em que vive.

Mas o momento não é adequado. Eu diria até que é extremamente impróprio para que qualquer coisa decisiva aconteça no encontro sobre sustentabilidade, no mês que vem.

Aliás, o que é sustentabilidade? Está aí um conceito elástico como borracha. Ele se adapta a praticamente tudo. Qualquer ideologia cabe no pacote. O simples fato de falar de uma “economia sustentável” já demonstra o tamanho do balaio de gatos que é o conceito. Os governos dizem fazer tudo por mais sustentabilidade. O Brasil quer posar de defensor da Amazônia enquanto incrementa as prospecções do Pré-Sal. Empresas como a Monsanto, a Coca Cola, a Petrobrás, a Vale do Rio Doce ou a Souza Cruz afirmam categoricamente sua ação sustentável. Além de muita hipocrisia, tal avaliação representa um imenso perigo para o futuro da Rio+20.

Por quê? A crise internacional dá imensa vantagem às empres…

Hospital grego quis impedir mãe de levar bebê até que cesariana fosse paga

Os impactos sociais da crise na Grécia se aceleram a cada dia. Nesta semana, de acordo com o site português Esquerda.net, uma maternidade de Atenas quis impedir que uma paciente levasse seu recém-nascido para casa por falta de pagamento de uma cirurgia cesariana. Impossibilitada de pagar o valor de 1,2 mil euros, a mãe foi auxiliada por uma médica do hospital que, indignada com a situação, a liberou para levar a criança. No entanto, o total ainda precisará ser pago, mas em parcelas. Conforme detalhou o site, todos os membros da família estão atualmente desempregados, com exceção da avó do bebê, que faz faxinas, e não sabem como irão arcar com os custos mensais.

A crise interminável na Grécia pode até justificar coisas assim. Mas aqui no Brasil estão acontecendo coisas bem parecidas por conta do sanguinário sistema de cobertura privada da saúde. Não podemos nem criticar... mesmo não estando numa crise econômica severa como a grega.

Dia da África

Imagem
Quem se move pelo calendário de datas especiais a serem comemoradas, poderia ter a impressão de que hoje é um desses dias que passa em branco. Lembranças idiotas, como o “Dia da Toalha”, ou meio sem noção, como o “Dia do Nerd” estão na lista para hoje. Coisas que deixam passar despercebido que, para o Continente Africano, o dia 25 de maio é o “Dia da África”.

Mas, como este é o continente esquecido, lembrar das toalhas ou dos nerds parece dar algum sentido a um dia que, além de tudo, por aqui é de muita chuva. Afinal, o continente da pobreza, da fome, da AIDS, do deserto e dos conflitos intermináveis, marca-se na memória de muitos de nós apenas como o continente negro e dos animais selvagens.

Exceções talvez sejam para alguns as lembranças evocadas pelo filme animado “Madagascar” ou, para os que ainda têm um pouco de lembrança da última copa do mundo, lembram vagamente de temas como Nelson Mandela e apartheid. De resto, a África é uma ilustre desconhecida para a maioria de nós.

A r…

Jornalistas repudiam reportagem da Band

Na última quarta-feira (23/5), a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) também comentou, em nota oficial, a entrevista veiculada pelo programa "Brasil Urgente" da Band-BA e repudiou a produção e exibição da matéria (comentei e exibi o vídeo aqui). A entidade considerou que a atração desrespeitou os direitos humanos e que isso não pode ser justificado como liberdade de imprensa.

"Programas policialescos, irresponsáveis e sensacionalistas não podem ser tolerados pela sociedade por se travestirem de produções jornalísticas", afirmou a Federação na nota oficial. "Na verdade, estes programas ferem os princípios e a ética do Jornalismo e configuram abuso das liberdades de expressão e de imprensa, por violarem os direitos constitucionais da cidadania", acrescentou.

A nota ressalta que Mirella Cunha, que protagonizou a matéria veiculada pelo "Brasil Urgente", não é jornalista profissional e que suas atitudes "que em nada seguem a técnica e a ét…

Corrupção: crime contra a sociedade

Imagem
Segundo a Transparência Internacional, o Brasil comparece como um dos países mais corruptos do mundo. Sobre 91 analisados, ocupa o 69º lugar. Aqui ela é histórica, foi naturalizada, vale dizer, considerada como um dado natural; é atacada só posteriormente quando já ocorreu e tiver atingido muitos milhões de reais e goza de ampla impunidade.

Os dados são estarrecedores: segundo a Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo) anualmente ela representa 84.5 bilhões de reais. Se esse montante fosse aplicado na saúde subiriam em 89% o número de leitos nos hospitais; se na educação, poder-se-iam abrir 16 milhões de novas vagas nas escolas; se na construção civil, poder-se-iam construir 1,5 milhões de casas.

Só estes dados denunciam a gravidade do crime contra a sociedade que a corrupção representa. Se vivessem na China muitos corruptos acabariam na forca por crime contra a economia popular. Todos os dias, mais e mais fatos são denunciados como agora com o contraventor Carlinhos Cachoeira …

O aparelho da preguiça

Imagem
Um secador de cabelos? Qual nada! Este aí é o Zenith Flash-Matic, o primeiro controle remoto de televisão da história. Ele foi criado em 1955 pelo americano Eugene Polley, funcionário do departamento de engenharia da Zenith. Polley morreu aos 96 anos, no último domingo, em Chicago.

O ruído típico que o aparelho fazia quando acionado, emitindo um raio laser para trocar de canal na TV, deu origem ao verbo “zapear”.


O hábito implantou-se de tal maneira entre os telespectadores de todo o planeta, que contribuiu significativamente para incrementar o sedentarismo, causador de obesidade e de diversas doenças ligadas a ela. Desse modelo arcaico aí, só ficou uma coisa, o verbo “zapear” e o preguiçoso hábito da humanidade moderna de fazer tudo com o mínimo de esforço.

O circo e o pobre palhaço

A mega-encenação em torno da transferência do bandido (que a mídia chama de “empresário”) Carlinhos Cachoeira ontem foi patética e dispendiosa. Custou uma fortuna todo aquele aparato policial para trazer o homem da penitenciária de Brasília até o Congresso para ser interrogado pela CPI.

O que impressiona realmente, entretanto, é ver mais uma vez o quanto um bando de seres absolutamente incapazes consegue milhares de votos para sentar-se em cadeiras de deputados. Eu sabia que ele não iria abrir a boca. Você também? Imagino que sim! Francamente, acho que até o meu neto de sete anos saberia disso, se lhe dissessem que “ele não precisa dizer nada, se não quiser”.

E Carlinhos fez isso com uma solenidade de deboche que chega a ser um tapa na cara da nação. “Não vou dizer nada nesta CPI!”

O que fica difícil de entender de verdade é todo o circo que foi montado ontem. Francamente. Acho que queriam dar a Cachoeira o privilégio de um passeio com direito a batedores e proteção policial digna d…

Excelente redação com uma tuitada

Imagem
O campus universitário é lugar de PM, para inibir os estudantes a mando da reitoria? Uma das 29 redações apontadas pela Fuvest como as melhores do último vestibular acha que não. Mas o autor (não revelado) não fala isso diretamente. Ele usa uma velha técnica, que é tão genial quanto o texto dele. A redação escondia uma mensagem subliminar, que passou imperceptível aos olhos dos avaliadores. O candidato/a grifou letras ao longo da redação que, lidas na sequência em que foram destacadas, compõem a frase “fora Rodas fora PM”.

Embora continue considerando a redação de bom nível, a Fuvest retirou o texto do ar na tarde desta segunda-feira, 21. Fez isso “para não incentivar que outras pessoas façam o mesmo tipo de brincadeira nas provas futuras”. Ousadia cidadã, mostrando que o direito de expressar sua opinião não tem freios, desde que se saiba como fazer. Dez!

I started the joke...

Isso aqui já está virando obituário. Quanto mais a gente avança em idade, mais prováveis são as chances de que nossos amigos, ídolos e referências partam. Ontem foi a vez de Robin Gibb. Câncer de cólon foi a luta dele. Agora, dos bons e velhos BeeGees, restam somente as gravações espetaculares e um sobrevivente.

"I started the joke" é uma avaliação bem acertada mesmo... A vida é uma grande brincadeira. A gente entra nela sem querer, sem perceber, sem ambições. E sai dela de fininho, como a gente costuma sair de uma piada de mau gosto, feita por alguém. É, a vida é uma pegadinha... mas quase sempre a gente descobre muito tarde, que "the joke was on me..." Pois é... A gente está envolvido na pegadinha da vida e, muito tarde, descobrimos o quanto andamos irritados à toa com o que nos acontece, até que nos digam: "brincadeirinhaaaa..." E aí a pegadinha acaba...

Sei que também chegará a minha vez. Um dia vou chegar diante do fato consumado, de que a pegadinha…

Donna do meu coração...

Estou triste. Acabo de abrir o jornal, de papel(!), e descubro que Donna Summer morreu ontem, na Califórnia. Mesmo na era da informação digital, quando não se tem tempo de ficar conectado o tempo todo, as notícias chegam a conta-gotas até a gente.

Mas o meu assunto não é a mídia ou a falta de tempo para estar conectado. O meu assunto e Donna Summer, a grande diva da disco music dos anos 70!

Ainda sinto o coração pulsar no mesmo ritmo da ousada canção, aí do vídeo, acima. Era uma coisa muito especial e a gente abria ao máximo o volume do pequeno rádio transistorizado (!) conectado a uma caixa amplificadora, só para sentir o som pulsante de “I feel Love”. Comprida e, quando terminava, a gente queria mais. Ouvindo essa batida, não é difícil fazer a conexão entre Donna, sua música genialmente ritmada, e Michael Jackson, não é mesmo? Michael endeusava Donna Summer e a considerava sua segunda mãe.

Mais uma vítima da doença do século, Donna foi ceifada pelo câncer aos 63 anos de idade. Nad…

Noruega separa igreja e estado

Imagem
Bispo luterano Eivind Berggrav da Igreja Luterana da Noruega, em 1940.

A união entre igreja e estado chegou ao fim no dia 17 de maio na Noruega. A partir dessa data, a Noruega é oficialmente um estado laico. Uma emenda à Constituição foi aprovada no Parlamento de modo inesperado, durante uma sessão que iria apenas debater a proposta. De agora em diante, igreja deve ser financiada por seus próprios meios e o país se torna uma nação secular, sem religião.

Em um movimento que tomou todos de surpresa, o Parlamento norueguês aprovou a separação entre igreja e estado no curso de uma proposta de modificação da Constituição. Depois de promulgada a nova emenda constitucional, a nação vai se tornar secular, sem nenhuma religião oficial, e o governo não irá mais participar, como fazia até aqui, da nomeação da hierarquia da igreja.

A igreja da Noruega foi formada em 1536, depois da Reforma Luterana, e foi oficialmente chamada de Igreja Luterana Estatal. A realidade nos últimos anos é que, além d…

A internet é contracultura

Imagem
Nesta quinta-feira, 17 de maio, é o Dia Mundial da Internet. A data foi estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) em janeiro de 2006. A mesma data também marca os dias da Sociedade da Informação e das Telecomunicações.

Uma breve passada pela história da Internet dá conta de que a rede mundial de computadores surgiu durante a Guerra Fria para fins militares. Somente em 1990 a Internet começou a alcançar a população em geral, e desde então, tem mudado os hábitos da população mundial.

Mais interessante do que isso, entretanto, é a convicção de que a internet é um grandioso espaço para a liberdade total de expressão e que traduz de forma ímpar a filosofia da Contracultura criada pelos hippies dos anos 1960. Livres para praticar a paz e o amor, os hippies sonhavam com uma nova sociedade, sem cercas, sem regras e que permitisse a cada indivíduo a total livre escolha e exercício de seus sonhos e esperanças. Acima de tudo, pregava a convivência pacífica de todas as religiões e co…

Pego pelo chifre

Imagem
O chifre de um rinoceronte vale 120 mil dólares no mercado negro. Foto:Gleyma Lima/Opera Mundi

No ano de 2020 poderá não mais haver rinocerontes na África do Sul. Uma espécie de turismo macabro e impiedoso está dando cabo deles. O turista paga cerca de 10 mil dólares a “agências” de turismo da morte, para divertir-se caçando esses animais pacatos e indefesos e, ainda por cima, levar um bom dinheiro para casa.

É que o chifre de cada animal abatido pode valer até 12 vezes mais do que o pacote turístico no mercado negro de chifres de rinoceronte. Por isso mesmo, cresce o número de turistas chineses entre os caçadores de chifres, porque este é um produto muito procurado no mercado asiático e em alta por lá.

Segundo a Associação de Proprietários de Rinocerontes, apenas nos dois primeiros meses de 2012, mais de mil rinocerontes podem ter sido mortos durante as caças promovidas por grupos e agências de turismo. O número corresponde ao triplo do que foi registrado em todo o ano de 2011 no p…

O desperdício é uma ignomínia

Imagem
Faço questão de reproduzir aqui o texto de Moacir Pereira de sua coluna do Jornal de Santa Catarina de hoje. Com dados contundentes, ele expõe a ignomínia do desperdício de alimentos praticada entre nós. O Brasil está na lista dos dez mais neste quesito, chegando a desperdiçar um terço de tudo quanto produz, ou nada menos do que 10 milhões de toneladas! Sempre que vou a um restaurante self-service, observo como as pessoas exageram e, depois, deixam tanto no prato que daria para alimentar mais uma pessoa. É abominável! Irrita-me profundamente, e eu tenho que me conter para não ir em direção à pessoa para chamar a sua atenção publicamente. Tenho amigos que sabem o que é ter que comer cascas de batatas para matar a fome, nos tempos de criança durante a guerra na Alemanha. Essas pessoas ficam doentes quando veem comida sendo desperdiçada. E eu me solidarizo com elas. Em sua homenagem, segue o texto de Moacir Pereira, que deveria ser exposto em todos os restaurantes, empresas alimentícias,…

Abolição da escravatura e as igrejas

Imagem
O Brasil completou, no domingo, 13 de maio, 124 anos da abolição da escravatura. Entretanto, essa abolição não apresentou nenhum projeto de inserção de negro na sociedade. O negro continua na margem da riqueza produzida pela sociedade brasileira, situação reforçada pelas nossas igrejas na cumplicidade e omissão perante a escravidão e anos de racismo no Brasil.

Os primeiros protestantes chegaram ao Brasil ainda no período da escravidão. Era um grupo composto principalmente por defensores da escravidão, omissos, e poucos abolicionistas. No geral, os protestantes não tiveram um papel relevante na abolição da escravatura. Conhecer esse passado da Igreja protestante no Brasil pode nos ajudar a entender a relação da Igreja evangélica brasileira com o negro: sua cumplicidade na escravidão, sua omissão no passado e no presente diante do racismo, e seu silêncio no púlpito sobre a temática negra.

Vejamos cinco casos da questão racial no Brasil, de repercussão nacional, que as igrejas evangélic…

Comissão da Verdade é escolhida

Foram publicados hoje no Diário Oficial da União os sete integrantes da Comissão da Verdade. Foram designados Cláudio Lemos Fonteles, ex-procurador-geral da República; Gilson Langaro Dipp, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ); José Carlos Dias, ex-ministro da Justiça; o jurista José Paulo Cavalcante Filho; a psicanalista Maria Rita Kehl; o professor Paulo Sérgio de Moraes Sarmento Pinheiro, que participa de missões internacionais da Organização das Nações Unidas (ONU), inclusive a que denunciou recentemente violações de direitos humanos na Síria; e a advogada Rosa Maria Cardoso Cunha – que defendeu a presidenta Dilma durante a ditadura civil-militar.

A Comissão deve ser instalada na próxima quarta-feira (16), às 11h, em uma cerimônia com os ex-presidentes eleitos após a ditadura civil-militar. Os integrantes foram convidados pessoalmente por Dilma em uma audiência nesta quinta-feira no Palácio do Planalto. A escolha foi feita a partir de critérios como conduta ética e atuaç…

Pedido lindo...

Imagem
Depois que a atriz global Camila Pitanga sussurrou um “veta, Dilma!” para a presidenta Dilma, é quase impossível que ela não se sensibilize. Eu fiquei emocionado, tocado mesmo. A bela musa global, enteada de Benedita da Silva (PT-RJ), fez o pedido numa quebra de protocolo durante a outorga do título de Doutor Honoris Causa a Lula por cinco universidades federais do Rio de Janeiro, no dia 4 de maio. Em resposta ao pedido de Camila, aliás bastante aplaudido, Dilma apenas sorriu. Camila está sendo tratada como a nova musa das florestas nas redes sociais.

Navios negreiros modernos

Imagem
Se eu lhe perguntasse se os navios negreiros ainda existem, você obviamente diria que a minha pergunta é descabida. Em termos. Eles não cruzam mais os mares, nem estão abarrotados de africanos caçados nas florestas e savanas africanas para serem vendidos no mercado de escravos no Novo Mundo. Mas o tráfico de pessoas continua a pleno vapor, e em todo o mundo.

Segundo a Organização Internacional para Migração (OIM), mais da metade das vítimas do tráfico humano internacional vêm do Sudeste Asiático e do Leste do continente e envolve em torno de 12 milhões de vítimas a cada ano. Metade delas é de crianças. Os modernos comerciantes de gente lucram 75 bilhões de reais por ano. Uma das maiores dificuldades para combater esse crime internacional é a falta de informação sobre o assunto.

Do ponto de vista jurídico, o tráfico humano designa toda forma de propaganda, transporte e alojamento de pessoas, visando explorá-las. As vítimas servem de força de trabalho não ou mal remunerada, como prosti…

Ateu indignado

Imagem
Rir de vez em quando também faz bem quando o assunto é política. Mesmo porque, ultimamente os políticos só nos têm feito chorar. E muito... O motivo da alegria de tuiteiros do Brasil inteiro, ontem, foi o deputado Roberto Freire (PPS). Ele é mais uma vítima do site de humor G17, que se traveste de site de notícias, como o G1, mas somente inventa notícias falsas e obviamente descabidas, travestidas de notícia verdadeira.

Uma dessas notícias de mentirinha do G17 dava a informação de que a Presidenta Dilma havia pedido ao Banco Central para retirar das notas de 50 reais a frase “Deus seja louvado”, porque isso estava provocando protestos dos ateus e dos defensores do estado Laico. “Coloquem ‘Lula seja louvado’ no lugar”, teria ordenado Dilma, conforme você pode conferir na íntegra aqui.

O deputado postou o link da reportagem no twitter e disse que a decisão da presidente era uma “ignomínia”. A gafe de Freire se espalhou rapidamente pelo Twitter. Muitos usuários retuitaram o post e fizer…

Cartão vencido dá música

Genial, essa! A MTV cria uma máquina que transforma cartões de crédito vencidos em palhetas novinhas para guitarra. Em vez de jogar no lixo, você coloca o cartão na máquina, baixa a alavanca, e ela recorta uma palheta para tocar guitarra ou violão.

Xenofobia dividindo poderes

Imagem
Derrotada já no primeiro turno, Marine (comemorando o resultado nas urnas com o pai e mentor da extrema direita francesa, Jean Marie Le Pen) é a grande vitoriosa das eleições francesas de 2012.

As eleições francesas e gregas representam mais um passo firme numa direção temerosa no continente europeu. Não por causa da vitória da esquerda na França com François Hollande, que até representa um bom sinal à primeira vista. O que preocupa realmente são os desdobramentos que se desenrolaram nos bastidores das campanhas eleitorais e os resultados que emergiram das urnas.

No parlamento grego a xenofobia conquistou representação significativa e, com isso, um espaço na mesa de negociações do futuro da sociedade que inventou a democracia e pode pagar caro por isso em breve.

Já na França, o país que deu origem à moderna democracia através da Revolução Francesa (Liberté – Egalité – Fraternité), a fraternidade foi lançada na crescente fogueira da xenofobia. A igualdade tem pretensões de exclusão p…

Um novo olhar sobre os relacionamentos

O tema de capa da próxima edição da revista Novolhar será sobre os relacionamentos e suas crises, especialmente voltado para o casamento e os relacionamentos estáveis. Falamos longamente sobre suas implicações durante a reunião de pauta da nossa revista, ontem pela manhã.

Muitas portas foram abertas pelos integrantes do conselho de redação da revista que, aliás, diga-se de passagem, não serve de parâmetro para o quadro estatístico que logo aparece nos primeiros relatos sobre o tema.

Todos e todas que participam das decisões da revista são oriundos de casamentos duradouros e estáveis, ou já passaram pela experência de um relacionamento assim e agora vivem em estado de viuvez. Este é o caso de uma das integrantes do nosso grupo. Entretanto, isso não significa que o grupo não conheça as crises dos relacionamentos ou tenha enfrentado, em seus próprios convívios familiares e conjugais, diversas delas.

"A cruz faz parte da vida humana e passar por momentos de paixão faz parte",…

Liberdade de imprensa no Brasil

Imagem
Hoje é o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa. Esta liberdade é uma das pedras angulares da democracia em todo mundo.

Embora a isenção total na arte de noticiar os fatos seja sempre um alvo a perseguir com determinação total, as empresas jornalísticas correm o risco de tomar partido, assumir um dos lados ou tornar a notícia um discurso ideológico, vinculado ao poder político ou econômico. Em nome da isenção, defende-se bandeiras de interesses pessoais ou de grupos.

Ainda assim, o direito de se expressar deve ser preservado como um sacramento religioso. Fechar um jornal ou um meio de comunicação por ser parcial ou tendencioso é um ato de violência contra a democracia, em qualquer canto do planeta.

O que não pode faltar é uma legislação regulatória atual dessa liberdade. Obtida num consenso originado em amplo debate ela irá estabelecer limites, para coibir abusos. E o Brasil está precisando enfrentar o debate do novo marco regulatório da comunicação para ter liberdade total de impre…

As madres de Buenos Aires

Imagem
A organização Mães da Praça de Maio comemorou, no dia 30 de abril, os 35 anos de existência de um dos mais atuantes movimentos da América do Sul. No dia 30 de abril de 1977, pela primeira vez 14 mães, convocadas por Azucena Villaflor de Devincenti se reuniram na famosa praça diante da Casa Rosada, em Buenos Aires, para reclamar da ditadura militar argentina os seus filhos desaparecidos. O movimento tem duas vertentes: a linha fundadora das Mães da Praça de Maio e a Associação Mães da Praça de Maio.