Deus abençoe a Jornada Mundial da Juventude




Hoje pela manhã, ao abrir a mensagem diária do meu amigo Euclécio Schieck, ele nos surpreendeu tirando do baú esta bela e singela canção de Roberto Carlos. Lá se vão três décadas do tempo em que ele a compôs e gravou.  É um hino à paz, um sonho bonito de um mundo que se irmana e abraça, a partir das crianças e dos jovens.

 Até parece que o “rei” anteviu o que seria a Jornada Mundial da Juventude. Estamos aí, às portas deste encontro tão rico e bonito. Meu desejo é que Deus abençoe este encontro de jovens, “que vinham aos milhares e em pouco tempo eram milhões”.

Que a JMJ no Brasil, na próxima semana (23 a 28 de julho), possa ser um momento lindo, de encontro com Deus, com a fé, com a paz, com a utopia de que um outro mundo é possível. Que esses dias de celebração transformem as espadas da intolerância religiosa em arados da utopia de um mundo mais irmão, uma cristandade mais ecumênica e que ouse sonhar sonhos que transformam e edificam a paz.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”