SOBREVIVENTES DA BARBÁRIE 1



“Em Sachsenhausen nós éramos obrigados a falsificar dinheiro para os alemães. Um menino havia pego um rato. Tinha tanta fome que queria cozinhá-lo. Repentinamente, um oficial da SS entrou na barraca e, aos berros, perguntou ao garoto: ‘O que você pretende com este rato?’ ‘Vou comê-lo’, disse o menino. ‘Então come!’, ordenou o oficial. Completamente estarrecido, o menino tentou morder um pedaço daquele rato vivo. Mas o animal fugiu e arranhou todo o rosto do rapaz. O oficial-SS ria diabolicamente, pegou a sua pistola e executou o menino. Eu estava em pé bem ao lado dos dois e o sangue dele respingou no meu rosto. Eu sinto os respingos até hoje.”

Mano Höllenreiner, sobreviveu a Auschwitz e a Sachsenhausen.
(Foto: Maciek Nabrdalik. Texto: www.stern.de. Tradução: Clovis Lindner)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”