O analfabeto mais influente do mundo


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi apontado como um dos líderes mais influentes do mundo em uma lista de personalidades escolhidas pela revista americana 'Time'. A relação foi divulgada nesta quinta-feira (29) no site da revista. O nome de Lula aparece em primeiro lugar na lista da categoria “leaders”, em que o presidente americano Barack Obama aparece em quarto lugar.

A revista faz uma tradicional indicação anual das 100 pessoas mais influentes do mundo, entre líderes, heróis, artistas e pensadores. Bill Clinton foi escolhido na lista dos heróis e teve sua apresentação redigida por Bono, enquanto Lady Gaga é a artista mais influente, apresentada por um artigo de Cyndi Lauper.

O documentarista Michael Moore foi o responsável por escrever o texto no qual Lula é apresentado. “O que Lula quer para o Brasil é o que nós costumávamos chamar de sonho americano”, avalia Moore.

Lula já havia recebido outras homenagens de jornais e revistas importantes no cenário internacional. Em 2009, foi escolhido pelo jornal britânico “Financial Times” como uma das 50 personalidades que moldaram a última década.

Também foi eleito o “homem do ano 2009” pelo jornal francês “Le Monde”, na primeira vez que o veículo decide conferir a honraria a uma personalidade. No mesmo ano, o jornal espanhol “El País” escolheu Lula o personagem do ano. Na ocasião, Zapatero redigiu o artigo de apresentação do brasileiro e disse que Lula “surpreende” o mundo.

Veja a lista dos 10 líderes mais influentes da Time:
1. Luiz Inácio Lula da Silva
2. J.T. Wang, presidente da ACER computadores
3. Admiral Mike Mullen, chefe do Estado Maior Conjunto dos EUA
4. Barack Obama, The President of The United States of America
5. Ron Bloom, assessor sênior do Secretário do Tesouro dos EUA
6. Yukio Hatoyama, primeiro ministro do Japão
7. Dominique Strauss-Kahn, presidente do FMI
8. Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Repres. dos EUA
9. Sarah Palin, política dos EUA e ex-governadora do Alasca
10. Salam Fayyad, primeiro ministro da Autoridade Nac. Palestina

Só nós, brasileiros (da classe média/bem-nutrida/consumista/ narcisista/nihilista), ainda conseguimos encarar o presidente como um tosco, analfabeto, incompetente, irremediável cometedor de gafes e motivo de vergonha do Brasil diante do mundo. Ou a Time, o Financial Times, o Le Monde e o El País estão enganados, no maior equívoco editorial da história recente do jornalismo mundial, ou nós somos uns perfeitos idiotas.

Prefiro acreditar na segunda hipótese...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”