Resposta à controvérsia da homossexualidade



Parabéns a este geneticista pelas demonstrações claras neste vídeo. Imagino que seja Eli Vieira, que postou o vídeo. Parabéns a ele pela forma como expôs a temática, sem alterar a voz ou atropelar as pessoas para impor seu raciocínio, o tipo de agressividade a que Malafaia está amplamente acostumado e que usa para intimidar as pessoas. Marília Gabriela, dona do programa e tarimbada entrevistadora, sequer conseguiu formular perguntas ao auto-intitulado pastor.

Depois deste vídeo, também entre nós muitas pessoas precisam cavar bem mais fundo para encontrar argumentos para justificar seu fundamentalismo teológico em torno da questão. Tudo seria muito mais fácil se, em lugar de tentar derrubar argumentos tão contundentes com citações bíblicas, nos ativéssemos àquelas citações que nos convidam ao respeito e à aceitação pelo amor.

Jesus pregou e praticou isto em diversos encontros com pessoas que a fé do seu tempo recomendava desprezar, apedrejar, excluir ou condenar. Em TODAS essas situações o Mestre surpreende com um comportamento francamente oposto ao recomendado pela sociedade do seu tempo, promovendo aceitação.

Malafaia e todos os seus seguidores e defensores (que vivem às pencas também dentro da IECLB) se igualam aos escribas e fariseus, que vão ao templo todos os dias para orar: "Senhor, eu te agradeço do fundo do meu coração porque não sou como estes (e segue uma lista enorme de gente que, em sua arrogante opinião, não merecem respeito ou compaixão)!"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”