Um bilhão pelos 100 anos de Tancredo Neves?


O neto do presidente mais amado do Brasil (Tancredo Neves, que nunca governou), está pagando a bagatela de mais de um bilhão de reais para homenagear seu avô, que completaria o centenário exatamente no dia de hoje, se vivo estivesse. Toda esta fábula de dinheiro no que?

Segundo o Estadão, em uma solenidade para três mil convidados, o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), inaugura hoje o Centro Administrativo do Estado, suntuosa obra projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, na zona norte de Belo Horizonte, ao custo de mais de R$ 1 bilhão.


A chamada Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves é inaugurada hoje, data do centenário do nascimento do avô do governador. "Marcada pela pompa, a cerimônia é uma espécie de grand finale da gestão do tucano, que já anunciou que no fim do mês irá se desincompatibilizar do cargo para disputar as eleições", explica o jornal. Mas ele não vai ser vice de José Serra, conforme já deixou claro. Ele vai lançar-se a senador, deixando o presidenciável tucano uma arara.

O monumental complexo de edifícios abrigará toda a administração direta e indireta do Estado. Numa área de 804 mil metros quadrados, sendo 265 mil metros de área construída, o centro é formado pelo Palácio do Governo – com 146 metros de vão livre, considerado o maior vão suspenso do mundo –, dois edifícios em curva de 15 andares que abrigarão as secretarias, auditório, centro de convivência, praça cívica e lagos.

Ainda segundo o Estadão, obra foi contratada por R$ 949 milhões pela Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemig), mas seu custo final, incluindo reajustes e intervenções complementares, como obras complementares no entorno, já passou de R$ 1,2 bilhão em recursos públicos. Além disso, somente com mobiliário e divisórias foram desembolsados R$ 78,6 milhões. Quando da apresentação do projeto, em julho de 2004, o gasto global estava estimado em cerca de R$ 500 milhões. Só dobrou, mas para essa gente isso não tem nada de mais.

Segundo o Estadão, a festa de Aécio lotou os hotéis da cidade e contará também com a presença de artistas ícones do período da redemocratização, como a cantora Fafá de Belém, o músico Milton Nascimento e a atriz Christiane Torloni. Niemeyer, que chegou a visitar as obras, não deverá comparecer. O arquiteto, de 102 anos, gravou uma mensagem que será exibida durante a solenidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”