Inside Job, a verdade sobre Wall Street



Indicado ao Oscar como melhor documentário e conduzido pelo diretor Charles Ferguson, "Inside Job" (Trabalho Interno) é mais um filme que retrata os lados obscuros de Wall Street.  Narrado por Matt Damon, o documentário revela verdades incômodas da pior crise já vista desde 1929.

“Se você não ficar revoltado ao final do filme, você não estava prestando atenção”, diz uma das frases promocionais do documentário. A revolta é clara: a principal economia do mundo mergulhou em uma forte crise, levando consigo diversas nações. Os causadores de tudo isso, além de nunca terem sido confrontados com seus crimes ou terem respondido judicialmente por eles, já voltaram a dar “conselhos” para governos e sociedades.

Nas entrelinhas, o documentário deixa muito claro que estamos seguindo exatamente a mesma receita aqui no Brasil, neste momento. Facilitar o crédito até a exaustão para manter a economia aquecida, financiando todos os nossos sonhos e construindo outra pirâmide financeira extraordinária, cujo final já se antevê. Um dia, a casa cai e alguém vai micar com os papéis podres... Já está claro também que não serão as instituições financeiras que irão pagar por toda esta farra... Talvez eu não esteja vivo para ver o fim da festa e, pior, a ressaca. Mas que ela virá, virá!

Desculpe pelas legendas em espanhol. Tentei postar o documentário com legendas em português a partir do Torrens, mas não obtive sucesso...Mesmo assim, dá para captar a mensagem. E ela só confirma uma coisa: se o comunismo não foi uma solução para os problemas do mundo, o capilamismo é o caos provocado pela ganância. Se no primeiro todos dividem a carestia, no segundo somente uns poucos dividem os resultados. Ou seja, a maioria sempre se ferra...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”