Vinte e um anos contra o embargo a Cuba





Por 188 votos a três, a Assembleia Geral da ONU aprovou nesta terça-feira (13/11) uma nova resolução de condenação ao embargo econômico e comercial que os Estados Unidos impõem a Cuba. A resolução desta terça-feira foi 21ª vez em que a Assembleia Geral da ONU condenou o embargo a Cuba. A primeira ocasião ocorreu em 1992, quando contou com 59 votos a favor, três contra e 71 abstenções.

O debate de hoje teve duração de quase três horas, segundo o presidente da Assembleia Geral, Vuk Jeremic. Antes da votação, o ministro das Relações Exteriores cubano, Bruno Rodríguez, denunciou um "persistente recrudescimento" do embargo contra Cuba durante os primeiros quatro anos do governo de Barack Obama. A administração atual endureceu o embargo, em especial no setor financeiro, impondo, desde 2009, multas de mais de 2 bilhões de dólares a empresas e pessoas de outros países que têm negócios com Cuba.

"É um ato de agressão e uma ameaça permanente contra a estabilidade de um país. É também uma grosseira violação das normas de comércio internacional, da livre navegação e dos direitos soberanos dos Estados", indicou.

O que eu não entendo é porque os EUA insistem, como crianças, em manter esse embargo. No meu tempo de guri, quando um cara grandão batia num garoto menor, logo vinha alguém lhe perguntar por que não batia em alguém do seu tamanho. A ONU faz isso há 21 anos e o piá grandão continua batendo no pequeno. Se é para combater o comunismo, por que os EUA não promovem um embargo mundial contra a China? Não têm coragem, é? Bater em piá pequeno é fácil...

Comentários

  1. Guantánamo, Iraque, Vietnã, Cuba, ... controvérsias da terra do Tio Sam.

    Gostei da comparação com o cara grandão. Será que um dia vamos ficar sabendo do real motivo disso tudo? pq a ONU não intervêm como está fazendo na faixa de Gaza e no Haiti por exemplo? só pq ainda não está rolando muito sangue?
    precisam de mais mortes e probreza?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”