O Palhaço de Kierkegaard


Em sua obra “Either/Or” (Ou isso, ou aquilo), o filósofo e teólogo Soren Kierkegaard (1813-1855), o pai do existencialismo, conta uma história emblemática sobre um palhaço que tem a tarefa de anunciar à plateia que o circo está pegando fogo. Vejam a história (acima, em destaque, na página do livro em inglês, e a seguir, em tradução livre):

“Deflagrou um incêndio nos bastidores de um teatro. O palhaço apresentou-se para dizê-lo aos espectadores. Estes julgaram tratar-se de uma piada e aplaudiram. Ele falou-lhes novamente, e eles acharam ainda mais engraçado. É desta forma, penso eu, que o mundo será destruído – entre a universal hilaridade de avisos e acenos que são encarados como piada.”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”