Um cubinho que não largava a gente

O inventor do cubo mágico, Ernö Rubik, em Londres (1981)
O cubo original, feito de madeira.

Há 30 anos, o húngaro Ernö Rubik apareceu de trás da Cortina de Ferro com um brinquedo que rapidamente tornou-se uma mania mundial. Trata-se do cubo mágico. Segundo Rubik, do primeiro esboço ao sucesso comercial passaram-se seis anos. Em pouco tempo, apareceram recordistas de todos os lados e diversos livros foram lançados, explicando passo a passo como resolver o enigma, fazendo as seis faces do cubo de uma só cor. Como poucos conseguiam resolver o enigma sozinhos, esses livros entraram na lista dos bestsellers em pouco tempo.

Quase três décadas depois, nem o Tadeu Schmidt escapou do brinquedo. Veja neste vídeo do Fantástico:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”