A Carlos Mesters, pelos 80 anos


O holandês Carlos Mesters é um dos nomes mais conhecidos no meio cristão brasileiro. Com o nome de Jacobus Gerardus Hubertus Mesters, ele nasceu no dia 20 de outubro de 1931.

Vinte anos mais tarde, ao receber o hábito da Ordem Carmelita, já no Brasil (sua pátria definitiva desde 1949), foi rebatizado de Carlos: frei Carlos Mesters. E com este nome, sem estardalhaço, ele estampou o seu nome no cenário bíblico brasileiro, com suas poesias, textos inspirados e reflexões deslumbrantes que se espalharam como o bom perfume.

Estudou Filosofia em São Paulo e Teologia em Roma, São Paulo e Jerusalém. Foi professor de Curso Teológico dos Carmelitas, onde despertou grande interesse pela exegese bíblica, até então considerada uma matéria árida pelos estudantes. Também lecionou em Roma e em Belo Horizonte, onde envolveu-se no movimento contra o regime militar.

Atuou durante décadas como uma das mais destacadas lideranças do CEBI, o Centro de Estudos Bíblicos, como autor de textos, assessor e facilitador de cursos. No CEBI, sua palavra, falada ou escrita, espalhou-se com a liberdade de uma “brisa leve”, para usar uma imagem que lhe é cara, criando um clima novo na atmosfera bíblica.

Homem de escrita fácil, Mesters publicou centenas de livros sobre a Bíblia, refletindo a Palavra de modo popular e acessível, sem menosprezar o rigor científico, escondido sob um denso manto poético. Simplicidade, beleza e reverência caracterizam as suas incontáveis reflexões.

Uma amostra das obras de Mesters você encontra aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”