Navegue com moderação

Eli Pariser 2011 from TED & Tira on Vimeo.


Este vídeo de nove minutos é um importante alerta sobre o que realmente está ocorrendo na internet, sem que nos demos conta. Ele coloca com clareza o quanto estamos sendo vigiados enquanto navegamos e como isso influencia o que aparece diante de nós, no nosso monitor. Em resumo, selecionam por nós, em nosso lugar, sem nos perguntar, o que vamos ver ou não.

Quando você faz uma pesquisa no Google, por exemplo, esta pesquisa, sem que você se dê conta, é montada a partir de um perfil previamente montado a partir dos seus hábitos de navegação. Com base nesse perfil, irão aparecer somente links que têm a ver com este perfil. Nada além disso entra. Você não decide o que vai ler sobre determinado assunto. Este perfil, montado com base em cálculos algorítmicos de computador, irá montar a sua “bibliografia”.

Eu já havia percebido isso intuitivamente desde quando criei este blog. Na barra superior do Blogger, há um navegador que permite buscar outros blogs e eu ficava irritado com o fato de sempre aparecerem somente blogs com assuntos pentecostais. “Fui classificado entre eles só porque no meu perfil consta que sou pastor”, eu protestava. E não tem o que fazer, você está lá e pronto. Se quiser navegar em outros blogs a partir dali, terá sempre aquela “companhia” que escolheram para você. Os provedores vão formando espécies de “gangues” de gente que pensa do mesmo jeito ou, no meu caso, de gente que eles imaginam pensar do mesmo jeito.

Assista este vídeo com muita atenção, porque a partir de agora você não poderá mais dizer que não sabia que está sendo monitorado. O big brother não é só um programa da Globo. Há um inacreditável controle sobre tudo o que você faz quando está conectado. O pior de tudo é perceber que os algoritmos que lançam você numa bolha não foram programados para ter ética, valores, caráter ou qualquer uma dessas coisas que podem representar respeito pelo que você é ou decide ser...

Portanto, navegue com moderação!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”