Escancare a porta da sua vida


Uma porta tem muitos significados e finalidades. Em determinadas circunstâncias ela representa privacidade, aconchego, segurança. Por trás da porta as pessoas se isolam para encontrar-se consigo mesmas. Por trás da porta também se ocultam para esconder o que desejam fazer sem serem vistas.

É bem verdade que a nossa vida é, por vezes, uma interminável sucessão de muros e paredes. Mas não existe parede em que não se possa abrir um buraco e colocar uma porta.

Portas podem significar a passagem para mundos novos, diferentes, desconhecidos e desafiadores. “Knocking on heavens door”, a ontológica canção de Bob Dylan, pede passagem para entrar no céu.

Importante, porém, é o passo que damos para fora da porta, em direção ao mundo, em direção ao outro. Importante também é o gesto de abrir a porta, abrindo a nossa vida para o outro, para acolher o outro em nós, oferecendo amizade, aconchego e partilha.

Não feche as suas portas. Não feche a sua vida. Abra-se para o mundo; para o outro; para Deus. Ele escancarou todas as suas portas para a humanidade. Não precisamos bater na porta do céu. Ela já está aberta para nós, não tem trancas nem chaves, e a decisão de entrar por ela é somente nossa.

Deus é aquele que bate à porta do nosso coração e pede passagem. Quer transformar-nos de criaturas introspectivas e fechadas em si em seres abertos e receptivos, de portas escancaradas. Escancare a sua vida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”