Como quebrar o ciclo do ódio 5


“Não respondemos ao Mal com o Mal como você queria. Combatemos o Mal com o Bem. E venceremos”. Assim Ivar Benjamin Oesteboe, um jovem de 16 anos e sobrevivente da matança de Utoya-Noruega, escreveu na carta aberta que escreveu a Anders Behring Breivik, autor do ataque que vitimou 77 pessoas. Ele é um jovem de fibra, um exemplo para toda a juventude planetária.

“Talvez, possa pensar que saiu ganhando. Matando meus amigos e companheiros, talvez acreditasse que destruiria o Partido Trabalhista e as pessoas que, em todo o mundo, acreditam numa sociedade multicultural”, escreveu Ivar ontem, segunda-feira 1º de agosto. “Saiba que fracassou”, centenciou Ivar. O documento foi publicado no Facebook e reproduzido pelo jornal Dagbladet.

“Você se descreve como um herói, como um cavaleiro. Mas não é um herói. Uma coisa é certa: você criou heróis. Em Utoya, naquele calorento dia de julho, você criou alguns dos maiores heróis que o mundo jamais conheceu, uniu toda a humanidade”, continuou o adolescente. “Muitos estão indignados, é o homem mais odiado da Noruega. Mas eu não tenho medo de você. Não nos pode alcançar, somos maiores que você”, disse o jovem em sua carta.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”