Mundo cão

Homem carrega o corpo de seu filho que morreu por conta da desnutrição, na Somália.
Foto: Omar Faruk/Reuters

Tropas do governo da Somália abriram fogo contra civis famintos nesta sexta-feira, 5 de agosto, na capital Mogadiscio, matando pelo menos sete pessoas. De acordo com relatos, a confusão começou quando grupos de pessoas desesperadas por alimentos entraram em choque com os soldados em um local de distribuição de alimentos da ONU.

Segundo os relatos, os soldados tentaram roubar comida e os refugiados entraram na briga para impedi-los. Então, os soldados abriram fogo contra os refugiados na fila, alguns morreram na hora e outros sangraram no chão até morrer. Depois disso, enquanto as pessoas fugiam, os soldados saquearam a comida.

A seca e a fome mataram 29 mil crianças na Somália em apenas três meses, de acordo com estimativas da ONU. Para nós, que hoje pudemos continuar a velha rotina de comer bem em todas as refeições do dia, isso não passa de mais um número. Mas, imagine, essa é a população de todo o município de Pomerode.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”