IECLB é referência em inclusão

Inicia hoje, com lançamento nos cultos das comunidades da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil-IECLB, a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, que se estende até o dia 28 de agosto. "Normal é ser diferente" é o tema da campanha, com um lema prá lá de sugestivo, retirado de 1 Samuel 16.7b: "Porque as pessoas veem as aparências, mas Deus vê o coração".

Não é de hoje que a IECLB está fazendo um trabalho bonito nessa área da inclusão. Quando afirma que o objetivo desta semana é "construir comunidades inclusivas", em muitos lugares isso realmente não é só da boca pra fora. A igreja luterana brasileira não só deu passos significativos e pioneiros neste aspecto da inclusão de pessoas com deficiência, mas é referência para outras igrejas no Brasil e no exterior.

A caminhada iniciou nos anos 1980, com o saudoso Arno Glitz, de Curitiba, que por conta de sua experiência familiar desafiou a igreja em encontros e concílios, tornando o assunto uma das questões prioritárias entre nós.

O material distribuído pela Secretaria de Ação Comunitária para esta semana é rico, belo, inclusivo porque contempla até texto em braile no cartaz. Uma maravilha. Espero que encontre ampla divulgação e estudo em nossas comunidades, no sentido de que cresça a sensibilização para este tema urgente entre nós. Muito além de instalações adaptadas a portadores de deficiência, precisamos dar acesso livre à mensagem para surdos e cegos. Tudo pela superação do preconceito e por maior acessibilidade entre nós.

Embora sejamos referência no assunto, ainda há muito a ser feito. E esta Semana Nacional e seu belo material devem ser encarados como um poderoso e competente instrumento para ampliar espaços e horizontes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”