Os italianos e suas macchinas


Como todo amante das belas macchinas italianas sabe, a Itália especializou-se em produzir veículos para poucos. Ferrarri, Lamborghini, Alfa Romeo, Mazzeratti são alguns dos nomes mais conhecidos dessa tradição competentíssima e de sucesso mundial.


Mais restrito ainda, entretanto, porque é assunto para apreciadores, é o mundo das motos italianas. Também entre elas, os italianos se especializaram em produzir alguns modelos exclusivíssimos, de inquestionável beleza no design e competência tecnológica de ponta. Marcas como Laverda, Gilera, Moto Guzzi, Ducati e MV Agusta (que produz as motos mais caras e exclusivas do mundo) estão entre elas.


Agora, às vésperas do Salão do Automóvel de Frankfurt (que inicia no dia 13 de setembro), a Ducati se uniu à AMG para lançar uma série especialíssima da Diavel. A moto, que já era uma miss, ficou irresistível. Como as imagens mostram, trata-se de uma dessas máquinas que nos fazem parar para ver. A parceria entre a fabricante de motos e a Mercedes AMG foi anunciada no Salão de Los Angeles e essa moto é o primeiro resultado.


Construída em cima da Diavel Carbon (na imagem acima), a AMG Special Series tem rodas de liga com desenho especial, grades de radiadores laterais em fibra de carbono e detalhes de alumínio anodizado, escapamento com saída desenhada similar à dos carros e selim costurado em couro Alcantara.

A exclusividade se vê ainda no coração da máquina. O motor Desmodromic recebeu a atenção de um engenheiro específico, que cuidou de cada detalhe de sua montagem e calibragem e cujo nome está gravado em uma placa que acompanha cada unidade fabricada.

Além disso, há também uma placa numerada em cada tanque de combustível. O motor é o mesmo Testastretta 11, já consagrado. Tudo nessa Diavel é montado manualmente. A moto é toda em tons de preto com partes de fibra de carbono. A marca AMG está gravada em vários locais do modelo.

O feliz comprador levará, além de uma máquina impressionante, capacete e casaco de couro feitos sob medida e especiais para serem usados com a moto. A marca não divulgou quanto cada unidade custará, nem quantas delas serão produzidas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”