Por uma sociedade desarmada

Mais uma tragédia familiar ligada a armas de fogo (aqui). Desta vez, o palco foi São Caetano do Sul, e outra vez envolvendo uma escola. Até quando vamos tolerar isso? Por uma cultura de paz e por uma sociedade sem armas, continuo sonhando com o dia em que aprenderemos a resolver diferenças com diálogo e a buscar segurança no respeito mútuo.

Lúcido e dramático, o depoimento de Rodrigo Pimentel ao Bom Dia Brasil do dia 26 de setembro. Veja.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ócio e o negócio

O boato do filme Corpus Christi

Origem do termo “América Latina”